Laudo Técnico Elevador de Carga ou Laudo de Cremalheira

Primeiramente vamos abordar as diferenças entre Elevador de Carga, Cremalheira e Elevador Monta carga: O Elevador de Carga é também conhecido como Cremalheira, muito utilizado na construção civil, quanto ao Elevador Monta Carga é utilizado para transporte de materiais industriais nas empresas.
Todos Elevadores de Cargas (Cremalheira), Elevador de Monta Carga, devem possuir as devidas documentações dentro validade ou seja cada equipamento deve possuir o seu Laudo de Inspeção Técnica de conformidade com a emissão da ART feita pelo PLH  (Profissional Legalmente Habilitado) e  contendo informações de extrema importância tais como: Código de Projeto, Data de fabricação, Quantidade de cargas máxima, etc. Essas informações também servem para aumentar a vida útil do elevador e poder utilizá-lo com maior segurança e responsabilidades.

Laudo Técnico Elevador de Carga
Laudo Técnico Elevador de Carga

Escopo do serviço: Laudo Técnico Elevador de Cargas
Avaliação características técnicas: Capacidade, Dimensões, Motores e Condições de Operação;
Análise dos itens para montagens;
Análises dos itens de segurança e automação;
Verificação dos Métodos de instalações;
Teste das Células de Cargas;
Teste de freio inicial / periódico;
Acionamento do teste de segurança;
Verificação e procedimentos em caso de Falta de energia;
Avaliação  Operações do Equipamento;
Verificação da Conservação e manutenções;
Verificação do Plano de manutenção;
Verificação Esquemas elétricos: diagrama elétrico de força, tensão de comando, células de carga e simbologia;
Conclusão do Laudo Técnico;
Emissão da ART pelo PLH (Profissional Legalmente Habilitado)

No sistema de funcionamento do elevador de carga a validação das funções de segurança deve ser realizada em todos os modos de operação e deve abranger todas as condições normais e previsíveis anormal. Combinações de e sequências de operação também deve ser levado em consideração. Este procedimento é importante porque é sempre necessário verificar se o sistema é adequado para as reais características operacionais. Algumas dessas características podem ser diferentes dos previstos na fase de projeto.

Validade das Inspeções:  01ano exceto se ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, finalidades, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de nova Inspeção;
d) mudança de empresa.

Saiba Mais sobre o Laudo Técnico  de elevador de cargas foi projetado para obras que necessitam de transporte de pessoas e cargas com alto nível de segurança. Sua velocidade superior aos elevadores convencionais proporciona uma considerável economia de tempo. Com um sistema simples de montagem e desmontagem pode-se alterar a altura a qualquer momento e em pouco tempo. Sua capacidade de elevação de carga é compatível com a demanda de obra. Para que você faça um melhor uso deste produto, é necessário que você conheça seu elevador e dedique a ele os cuidados de manutenção e limpeza adequados. Sua finalidade é fornecer informações úteis para o usuário. Elas servem tanto para aumentar a vida útil de seu elevador quanto para ajudar a utilizá-lo com maior segurança e responsabilidade. Mesmo se tratando de um técnico experiente. Você deve  Respeitar todas as normas de segurança e prevenção de acidentes, O equipamento deve ser montado na posição pré-definida pelo responsável de obras e conforme projeto, Antes da montagem deve ser verificada a resistência da base de concreto, que servirá de apoio para o elevador e as distâncias até a edificação, Todas as montagens, remontagens, desmontagens e manutenções devem ser executadas por trabalhadores treinado, capacitados e supervisionados por profissional legalmente habilitado, o qual será também responsável pela emissão da ART.  A área para montagem do elevador deve ser totalmente isolada e sinalizada. Durante a montagem, remontagens e desmontagem não podem ser executados serviços simultâneos na área de montagem ou acima dela.  É importante que a base de concreto esteja nivelada e plana, para que a torre se mantenha no prumo e no esquadro. O terreno para a base de concreto deve ser plano, não alagadiço e ter resistência suficiente para absorver os esforços solicitantes, ou ser preparado para tal fim. A base de concreto deve ter drenos ou bomba com acionamento automático para escoamento ou retirada da água acumulada. Afastar o equipamento o máximo possível de redes elétricas ou isolá-lo conforme especificação da concessionária local. Afastar o equipamento o mínimo possível da fachada da edificação, sempre considerando os detalhes do projeto como exemplos varandas e sacadas. Instalar um ponto de energia individual com as seguintes especificações: Quadro para disjuntor trifásico e uma tomada monofásica Fios com espessura de 10 mm Instalações de três fases, terra e neutro (Neutro somente para tomada monofásica). Disjuntor ≥ 50A · Instalar e aterrar a torre conforme exigência da norma NR18 item 18.14.21.12.