Laudo de Vibração

Laudo de Vibração Ambiental

Nome Técnico: Laudo de Avaliação e Inspeção Técnica de Medições de Níveis de Vibração Ambiental

Cód: 14804

Objetivo do Laudo: tem por finalidade realizar medições de vibração com o equipamento medidor de vibrações, ao em torno da propriedade para a partir disso compor um plano de prevenção e controle, para fins de controle ambiental, conforto humano e segurança da estrutura.
O que é Laudo de Vibração Ambiental? Está relacionado ao impacto das vibrações mecânicas e sua probabilidade de danos à saúde, ao bem estar e as estruturas das edificações, causadas pela energia vibratória induzida pelo tráfego rodoviário, trens, metros e alguns equipamentos estáticos. Portanto a necessidade de elaboração do laudo.

Visita técnica do perito;
Medição das vibrações;
Efeitos da vibração na edificação;
Limites ambientais para vibração;
Quantificação dos danos causados;
Quantificação da incomodidade gerada;
Fundamentos Normativos;
Emissão de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica);

Aparelho utilizado para medição: As medições são feitas em três direções transversais, longitudinais/radiais e verticais, utilizando um sensor Triaxial.
O aparelho  é o Acelerometro e possui o Certificado de Calibração;

Metodologia Utilizada:  NR-15,  Normas NIOSH  e ACEGIH.

Laudo de Vibração Ambiental: relatório técnico que deve atender exigências técnicas nacionais e internacionais, além de orientações de Órgãos Municipais e Estaduais que exigem no licenciamento o estudo de impacto ambiental e na vizinhança. No Brasil somente a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), possui um orientação para implementação dessas questões;
Profissional envolvido no Laudo de Vibração Ambiental : o laudo deverá ser elaborado por profissional qualificado com graduação em engenharia mecânica, ou qualificado com especialização em acústica e vibrações, em metrologia, saúde, segurança do trabalho e meio ambiente. Além de ser credenciado e habilitado a expedir o laudo;

Referencias Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
CETESB 215/2007/E – Vibração Edificação;
ABNT NBR 10151 – Acústica – Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – Procedimento;
ABNT NBR 10152 – Acústica — Níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações;
NHO 09 – Procedimento Técnico Avaliação da Exposição Ocupacional a Vibração de Corpo Inteiro;
NHO 10 – Procedimento Técnico – Avaliação da Exposição Ocupacional a Vibração em Mãos e Braços;
NR-15 – Atividades e Operações Insalubres; Anexo 8 – Vibrações;
NR 09 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais;
Normas NIOSH
ACEGIH –  American Conference  Of Governament Industrial HYgienistcs)  – 
Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais

 

 

 

Validade do Laudo de Medição de Níveis de Vibração Ambiental: É recomendável renovação anual ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização do Laudo.

 

 

Rescue Cursos

Laudos, Perícias Programas, ART's e muito mais!

Reproduzir vídeo

Saiba Mais sobre Laudo de Medição de Níveis de Vibração Ambiental:

NR-15 – Atividades e Operações Insalubres
Anexo 8
Vibrações
1. Objetivos
1.1 Estabelecer critérios para caracterização da condição de trabalho insalubre decorrente da exposição às Vibrações
de Mãos e Braços (VMB) e Vibrações de Corpo Inteiro (VCI);
1.2 Os procedimentos técnicos para a avaliação quantitativa das VCI e VMB são os estabelecidos nas Normas de
Higiene Ocupacional da FUNDACENTRO;
2. Caracterização e classificação da insalubridade.
2.1 Caracteriza-se a condição insalubre caso seja superado o limite de exposição ocupacional diária a VMB
correspondente a um valor de aceleração resultante de exposição normalizada (aren) de 5 m/s2;
2.2 Caracteriza-se a condição insalubre caso sejam superados quaisquer dos limites de exposição ocupacional diária
a VCI:
a) valor da aceleração resultante de exposição normalizada (aren) de 1,1 m/s2;
b) valor da dose de vibração resultante (VDVR) de 21,0 m/s1,75;
2.2.1 Para fins de caracterização da condição insalubre, o empregador deve comprovar a avaliação dos dois
parâmetros acima descritos;
2.3 As situações de exposição a VMB e VCI superiores aos limites de exposição ocupacional são caracterizadas
como insalubres em grau médio;
2.4 A avaliação quantitativa deve ser representativa da exposição, abrangendo aspectos organizacionais e ambientais
que envolvam o trabalhador no exercício de suas funções;
2.5 A caracterização da exposição deve ser objeto de laudo técnico que contemple, no mínimo, os seguintes itens:
a) Objetivo e datas em que foram desenvolvidos os procedimentos;
b) Descrição e resultado da avaliação preliminar da exposição, realizada de acordo com o item 3 do Anexo 1 da
NR-9 do MTE;
c) Metodologia e critérios empregados, inclusas a caracterização da exposição e representatividade da amostragem;
d) Instrumentais utilizados, bem como o registro dos certificados de calibração;
e) Dados obtidos e respectiva interpretação;
f) Circunstâncias específicas que envolveram a avaliação;
g) Descrição das medidas preventivas e corretivas eventualmente existentes e indicação das necessárias, bem como
a comprovação de sua eficácia;
h) Conclusão;

Laudo de Medições de Níveis de Vibração Ambiental, Como Fazer Laudo de Inspeção de Vibração Ambiental?, Porque fazer Laudo de Vibração Ambiental?, Aonde fazer Laudo de Vibração Ambiental,

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos