Curso de Primeiros Socorros Nível 1

      Nenhum comentário em Curso de Primeiros Socorros Nível 1

Curso de Primeiros Socorros Nível 1

O Curso aborda conteúdos e práticas básicas relativas a conceitos, técnicas e procedimentos referentes ao atendimento emergencial de primeiros socorros às vítimas.

Objetivos de Aprendizagem:
Ao final da capacitação, o profissional deverá:
Compreender noções básicas de atendimento inicial às vítimas de acidentes;
Identificar o tipo de emergência clínica apresentada;
Aplicar técnicas e procedimentos de Primeiros Socorros para o atendimento inicial apropriados a cada tipo de emergência;

Curso Primeiros Socorros Nível 1

Curso Primeiros Socorros Nível 1

Aplicar os conceitos e procedimentos necessários para obter suporte básico de vida;
Análise Primária:
Respiração, Pulso. Nível de Consciência. Grandes Hemorragias;
Análise Secundária:
Temperatura corporal, Pressão arterial. Avaliação das pupilas;
Avaliação de cor e umidade da pele;
Avaliação de resposta muscular;
Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP);
Protocolo 2015 – American Heart Association e suas atualizações;
Protocolo Samu 192 Emergências Clínicas SUPORTE BÁSICO DE VIDA e suas atualizações;
Reconhecimento da Parada Cardiorrespiratória (PCR);
Compressões e Frequência da massagem cardíaca;
Principais causas;
Manobra de Heimlich;
Noções sobre DEA – Desfibrilador Externo Automático;
Noções de utilização
Convulsão. Identificação, Principais causas, Sinais e Sintomas;
Legislação e Normalização;
Metodologia de Ensino: Curso de Primeiros Socorros Nível 1
Curso de Primeiros Socorros – Nível 01 teórico e prático, realizado em sala de treinamento, cujo foco é desenvolver noções básicas de atendimento inicial às vítimas de diferentes tipos de acidentes, conforme conteúdo apresentado.
Exposição e discussão do conteúdo com a utilização de material visual de apoio;
Estudo de casos fictícios conduzido pelo instrutor, com a exposição de situações de atendimento à vítimas em diversos tipos de emergências;
Auto-instrução por vídeo sobre os procedimentos para atendimento a emergências;
Análise de fotos, ilustrações e vídeos sobre os conceitos, as técnicas e os procedimentos de primeiros socorros;
Utilização de manequins para a aplicação e prática dos procedimentos de RPC;
Aplicação de técnicas de imobilização com a utilização de talas;
Manuseio de equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas, protetores faciais e materiais de primeiros socorros (bandagens, talas, polímeros de impermeabilização térmica, dentre outros);
Realização de exercícios de fixação, sempre conduzidos pelos instrutores;
Instruções de como montar o Kit de primeiros socorros.

Carga Horária: Curso de Primeiros Socorros Nível 1
Capacitação Carga horária  mínima =  08 horas/aula
Atualização (Reciclagem)   – Carga horária  mínima = 08 horas/aula

CERTIFICAÇÃO: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o  aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Clique no vídeo para assistir entrevista sobre Treinamento de primeiros socorros.

IMPORTANTE:
O objetivo do Curso e Treinamento de Primeiros Socorros Nível I  serve para orientar as pessoas que desejam prestar socorro ao paciente de trauma ou de casos clínicos sobre as medidas apropriadas a serem usadas no tratamento de emergência e transporte destes pacientes.
Os procedimentos que serão apresentados foram baseados em recomendações previstas nos protocolos vigentes nos serviços públicos do Estado de São Paulo (Corpo de Bombeiros e SAMU-SP), bem como Protocolo 2015 e suas atualizações da Guidelines American Heart Association.
O autor deste Manual não se responsabiliza por perdas, danos ou riscos decorrentes da intervenção direta ou indireta em local de ocorrência com base nos procedimentos descritos, nem tampouco pelas responsabilidades legais destes atos. Cabe ao leitor se manter atualizado sobre os procedimentos de emergência e seguir as recomendações dentro de seu nível de treinamento e habilitação profissional.
Sua intervenção deve ser restrita aos primeiros socorros de emergência e deve contar sempre com o auxílio dos Serviços de Emergências Médicas locais.
CONCEITOS:  Podemos definir como Primeiros Socorros, as medidas iniciais e imediatas aplicadas em pacientes fora do ambiente hospitalar, executadas por pessoa treinada para realizar a manutenção dos sinais vitais e evitar o agravamento das lesões já existentes. Os Primeiros Socorros podem ser também conceituados como o atendimento prestado aos pacientes qualquer acidente ou mal súbito, antes da chegada de qualquer profissional qualificado da área da saúde ou equipe especializada em atendimento pré-hospitalar.
Primeiros Socorros incluem procedimentos de Suporte Básico da Vida que são medidas de emergência para o reconhecimento e correção imediata da falência dos sistemas respiratório e/ou cardiovascular, ou seja, avaliar e manter o paciente respirando, com batimento cardíaco e sem hemorragias graves.
A correta aplicação das etapas de reanimação cardiopulmonar (abertura das vias aéreas, respiração artificial e compressão torácica externa) e o controle das hemorragias de um paciente podem sustentar sua vida até que ela possa recuperar-se o suficiente para ser transportada para uma unidade hospitalar ou ainda, até que possa receber melhor tratamento, através de um serviço de socorro pré-hospitalar profissional.
Sempre que possível realize treinamentos práticos de primeiros socorros com Instrutor especializado. A leitura deste manual servirá como base de conhecimentos, mas somente sua leitura não lhe dará todas as condições necessárias para um pronto atendimento ao paciente, em caso de acidente ou mal súbito.
ASPECTOS LEGAIS DA INTERVENÇÃO EM URGÊNCIAS
Como socorrista você deverá prestar assistência ao paciente em diversas situações e deve seguir rigorosamente os padrões de assistência previstos neste Manual ou de acordo com os padrões de assistência previstos para a sua capacitação profissional (enfermagem, segurança do trabalho, fisioterapeuta, etc.). Os aspectos considerados como padrões de assistência (protocolos) previstos neste Manual são baseados em leis, ordens administrativas e normas publicadas pelos serviços de emergências médicas locais (Corpo de Bombeiros – SAMU) e sociedades vinculadas ao atendimento de emergência (National Association Emergency medical Technicians, National Safety council e American Heart Association). Em alguns casos você poderá se deparar com situações imprevistas que exigirão decisões que poderão ser questionadas sob o ponto de vista legal e, nesse caso, necessitará de provar que agiu de acordo com os padrões de assistência aceitos para o caso em questão. Estabelece o Código Penal brasileiro: Aja de conformidade com os procedimentos de Primeiros Socorros estabelecidos para o seu nível de treinamento, estando ciente de que poderá ser responsabilizado nos casos de:
Negligência: 1. Deixar de executar procedimentos de Primeiros Socorros previstos para a condição de paciente. Ex. não executar a RCP estando o paciente em parada cardíaca. Imperícia: 2. Executar procedimentos de Primeiros Socorros acima de seu nível de treinamento – próprios da área médica ou de enfermagem – ou para o qual não foi devidamente habilitado. Ex. oferecer medicamento para o paciente; remover um objeto cravado no corpo do paciente. Imprudência:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.