PGR Programa de Gerenciamento de Riscos

      Comentários desativados em PGR Programa de Gerenciamento de Riscos

PGR Programa de Gerenciamento de Riscos

O PGR Programa de Gerenciamento de Riscos tem como principal objetivo prevenir que acidentes ambientais ocorram, visando não prejudicar a saúde do colaborador, o local de trabalhador e também o meio ambiente. Ou seja, o PGR visa a utilização de técnicas para que nenhum desses problemas ocorram.

O que é o PGR: É um programa adotado para gerenciar os riscos existentes no ambiente de trabalho, no âmbito da segurança do trabalho.

PGR

PGR Programa de Gerenciamento de Riscos

Escopo: PGR Programa de Gerenciamento de Riscos.
Investigação e análise de acidentes do trabalho;
Informações de segurança;
Análise e revisão de riscos;
Gerenciamento de modificações;
Manutenção;
Procedimentos operacionais;
Capacitação de recursos humanos;
Auditorias;
Riscos físicos, químicos e biológicos;
Atmosferas explosivas;
Ventilação;
Deficiências de oxigênio;
Riscos decorrentes do trabalho em altura, em profundidade e em espaços confinados;
Ergonomia e organização do trabalho;
Proteção respiratória, de acordo com a Instrução Normativa n° 1, de 11/04/94, da Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho;
Riscos decorrentes da utilização de energia elétrica, máquinas, equipamentos, veículos e trabalhos manuais;
Equipamentos de proteção individual de uso obrigatório, observando-se no mínimo o constante na Norma Regulamentadora n° 6, de que trata a Portaria n° 3.214, de 8 de junho de 1978, do Ministério do Trabalho e Emprego;
Estabilidade do maciço;
Plano de emergência.

Saiba mais PGR Programa de Gerenciamento de Riscos:
1.4.1.11. O PGR deve incluir as seguintes etapas:
a) antecipação e identificação de fatores de risco, levando-se em conta, inclusive, as informações do Mapa de Risco elaborado pela CIPAMIN, quando houver;
b) avaliação dos fatores de risco e da exposição dos trabalhadores;
c) estabelecimento de prioridades, metas e cronograma;
d) acompanhamento das medidas de controle implementadas;
e) monitorização da exposição aos fatores de riscos;
f) registro e manutenção dos dados por, no mínimo, vinte anos e
g) avaliação periódica do programa.
1.4.1.13 O PGR deve considerar os níveis de ação acima dos quais devem ser adotadas medidas preventivas, de forma a minimizar a probabilidade de ultrapassagem dos limites de exposição ocupacional, implementando-se princípios para o monitoramento periódico da exposição, informação aos trabalhadores e o controle médico, considerando as seguintes definições:
a) limites de exposição ocupacional são os valores de limites de tolerância previstos na Norma Regulamentadora n° 15 de que trata a Portaria n° 3.214, de 8 de junho de 1978, do MTE, ou, na ausência destes valores que venham a ser estabelecidos em negociação coletiva, desde que mais rigorosos que aqueles;
b) níveis de ação para agentes químicos são os valores de concentração ambiental correspondentes à metade dos limites de exposição, conforme definidos na alínea “a” anterior
c) níveis de ação para ruído são os valores correspondentes a dose de zero vírgula cinco (dose superior a cinquenta por cento), conforme critério estabelecido na Norma Regulamentadora n° 15, de que trata a Portaria n° 3.214, de 8 de junho de 1978, do MTE, Anexo I, item 6.

PGR Programa de Gerenciamento de Riscos: Consulte-nos.