Laudo Vistoria de Vizinhança

Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança

Nome Técnico: Relatório Técnico de Vistoria de Vizinhança - Com ART

Cód: 22563

O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança visa evitar que imóveis comerciais ou residenciais sofram danos provocados por obras realizadas em seu entorno.

De Acordo com a Norma NBR 12722, Item 4.1.10.1, a Vistoria de Vizinhança é uma obrigação da Construtora:
“Toda vez que for necessário resguardar interesses às propriedades vizinhas à obra (ou ao logradouro público) a ser executada, seja em virtude do tipo das fundações a executar, das escavações, aterros, sistemas de escoramento e estabilização, rebaixamento de lençol d’água, serviços provisórios ou definitivos a realizar, DEVE ser feita por profissional especializado habilitado uma vistoria (…)”

Escopo do Serviço:

Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança

Identificação dos Imóveis a serem Vistoriados e Emissão de Correspondência;
Vistoria:
Registro fotográfico do ambiente interno e externo do canteiro de obras;
Limites e edificações confrontantes ao canteiro de obras;
Análise dos projetos e documentos;
Roteiro de vistoria – check-list;
Coleta das informações básicas;
Identificação das anomalias e falhas;
Classificação do estado de conservação;
Proposta de melhorias corretivas;
Emissão da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

Referencias Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
IBAPE/SP – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia;
ABNT NBR 12722 – Discriminação de serviços para construção de edifícios;
ABNT NBR 13752 – Perícias de engenharia na construção civil;

Validade das Inspeções: INDETERMINADO exceto se ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) evento que indique a necessidade de nova Inspeção;
Será emitido Laudo Técnico por Profissionais Legalmente Habilitados Perito e Engenheiro de Segurança do Trabalho com ART;

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Rescue Cursos

Laudos, Perícias Programas, ART's e muito mais!

Reproduzir vídeo

Saiba mais: Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança:

ABNT NBR 12722 – Discriminação de serviços para construção de edifícios:
Item 4.1.10.1:
Toda vez que for necessário resguardar interesses às propriedades vizinhas à obra (ou ao logradouro público) a ser executada, seja em virtude do tipo das fundações a executar, das escavações, aterros, sistemas de escoramento e estabilização, rebaixamento de lençol d’água, serviços provisórios ou definitivos a realizar, deve ser feita por profissional especializado habilitado uma vistoria, da qual devem resultar os seguintes elementos:
a) planta de localização de todas as edificações e logradouros confinantes, bem como de todos os logradouros não-confinantes, mas suscetíveis de sofrerem algum dano por efeito da execução da obra;
b) relatório descritivo com todos os detalhes que se fizerem necessários a cada caso, das condições de fundação e estabilidade daquelas edificações e logradouros, além da constatação de defeitos ou danos porventura existentes nelas.
Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança:
Item 4.1.10.2:
Todos os documentos referentes à vistoria devem ser visados pelos interessados devendo haver cópia à disposição deles.
Item 8.3:
A remuneração dos serviços técnicos profissionais deve considerar o gênero e a complexidade da obra e/ou empreendimento, e o grau de responsabilidade destes em face das suas consequências sociais. Quando não houver ajuste prévio entre as partes, os custos dos mesmos serviços devem ser baseados nas tabelas ou regulamentos de honorários das entidades de classe, em vigor no país.

Saiba mais: Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança: Consulte-nos.

Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, O Que É O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Pra Que Serve O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Aonde Fazer O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Como Fazer O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Porque Fazer O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Quando Fazer O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Quanto É O Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Treinamento Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Certificado Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Apostila Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança, Objetivo Relatório Técnico Vistoria de Vizinhança,

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos