Laudo de Reformas NBR 16280

Laudo de Reformas NBR 16280

Nome Técnico: Laudo de Reformas - NBR 16280 – Com ART

Cód: 22228

O Laudo de Reformas NBR 16280 tem por objetivo garantir com que a reforma não afete a segurança e a integridade estrutural do imóvel, seguindo para isso os processos estipulados pela norma NBR 16280, proporcionando conforto e tranquilidade para todos no ambiente.

É recomendado que as atividades a seguir dependerão de análise e assunção de responsabilidade técnica por profissional qualificado (engenheiro ou arquiteto):
Alteração no sistema de vedação que interfira na integridade ou altere a disposição original;
Alterações no sistema ou adequação para instalação de esquadrias ou fachada-cortina e seus componentes;
Alterações que possam interferir na integridade ou na proteção mecânica;
Instalação de qualquer componente à edificação, não previsto no projeto original ou em desacordo com o manual de uso, operação e manutenção do edifício ou memorial descritivo;
Instalação ou reforma de equipamentos industrializados;
Instalações ou reformas de tubulação de gás;
Instalações ou reformas  elétricas;
Intervenções em elementos estruturais, tais como furos e aberturas, alteração de seção de elementos estruturais e remoção ou acréscimo de paredes.Reforma do sistema hidrossanitário;
Reforma ou instalação de aparelhos de automação;
Reforma ou instalação de aparelhos de dados e comunicação;
Reforma ou instalação de ar-condicionado exaustão e ventilação;
Reforma ou instalação de equipamentos de prevenção e combate a incêndio;
Troca de revestimentos com uso de marteletes ou ferramentas de alto impacto, para retirada do revestimento anterior;

Escopo do Serviço:

Laudo de Reformas NBR 16280

Análise do Edifício;
Análise preventiva de perda de desempenho;
Análise técnica de implicações da reforma;
Análise de Planejamento e Projetos;
Segurança da Edificação, de seus usuários e do entorno;
Registro Documental de situação de documentação:
Antes e pós obra;
Descrição das Características da execução da reforma;
Supervisão técnica dos processos e da(s) obra(s).

Referencias Normativas aos dispositivos aplicáveis:
ABNT NBR 5671 – Participação dos intervenientes em serviços e obras de engenharia e arquitetura;

ABNT NBR 5674 – Manutenção de edificações — Requisitos para o sistema de gestão de manutenção;
ABNT NBR 9077 – Saídas de emergência em edifícios;
ABNT NBR 12721 – Avaliação de custos unitários de construção para incorporação imobiliária e outras disposições para condomínios edifícios;
ABNT NBR 14037 – Diretrizes para elaboração de manuais de uso, operação e manutenção das edificações — Requisitos para elaboração e apresentação dos conteúdos;
ABNT NBR 15575 – Edificações habitacionais.

Cabe a Contratante:
Cabe a Contratante fornecer os meios, Projetos arquitetônicos em AutoCad ou PDF;
Lista de todos os equipamentos elétricos e eletrônicos contidos na áreas com marca, potência modelo, tipo e temperatura;
Se tiver inflamáveis e/ou combustíveis armazenados com mais 400 litros no total torna-se obrigatório fazer o Prontuário da NR-20.

Validade das Inspeções: ANUAL exceto se ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, finalidades, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de nova reforma;
d) mudança de empresa;
Será emitido Laudo Técnico por Profissionais Legalmente Habilitados Perito e Engenheiro de Segurança do Trabalho com ART;
Equipamentos quando  utilizados possuem Atestado de Aferição vigente e demais equipamentos são analógicos.

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Rescue Cursos

Laudos, Perícias Programas, ART's e muito mais!

Reproduzir vídeo

Saiba mais: Laudo de Reformas NBR 16280:

ABNT NBR 16280 – Reforma em edificações — Sistema de gestão de reformas:
Requisitos para os sistemas de gestão de controle de processos, projetos, execução e segurança, incluindo meios principalmente para:
a) prevenções de perda de desempenho decorrente das ações de intervenção gerais ou pontuais nos sistemas, elementos ou componentes da edificação;
b) planejamento, projetos e análises técnicas de implicações da reforma na edificação;
c) alteração das características originais da edificação ou de suas funções;
d) descrição das características da execução das obras de reforma;
e) segurança da edificação, do entorno e de seus usuários;
f) registro documental da situação da edificação, antes da reforma, dos procedimentos utilizados e do pós-obra de reforma;
g) supervisão técnica dos processos e das obras.
ABNT NBR 5671 – Participação dos intervenientes em serviços e obras de engenharia e arquitetura:
Fixação das condições exigíveis de participação dos intervenientes e serviços e obras de engenharia e arquitetura, definindo suas responsabilidades e prerrogativas, visando garantir características adequadas aos empreendimentos.
ABNT NBR 5674 – Manutenção de edificações — Requisitos para o sistema de gestão de manutenção:
Requisitos para a gestão do sistema de manutenção de edificações. A gestão do sistema de manutenção inclui meios para:
a) preservar as características originais da edificação;
b) prevenir a perda de desempenho decorrente da degradação dos seus sistemas, elementos ou componentes;
Edificações existentes antes da vigência desta Norma devem se adequar ou criar os seus programas de manutenção atendendo ao apresentado nesta Norma.
ABNT NBR 12721 – Avaliação de custos unitários de construção para incorporação imobiliária e outras disposições para condomínios edifícios:
Critérios para avaliação de custos unitários, cálculo do rateio de construção e outras disposições correlatas, conforme as disposições fixadas e as exigências estabelecidas na Lei Federal 4.591/64.
ABNT NBR 14037 – Diretrizes para elaboração de manuais de uso, operação e manutenção das edificações — Requisitos para elaboração e apresentação dos conteúdos:
Requisitos mínimos para elaboração e apresentação dos conteúdos a serem incluídos no manual de uso, operação e manutenção das edificações elaborado e entregue pelo construtor e/ou incorporador, conforme legislação vigente.
ABNT NBR 1557 – Edificações habitacionais:
1 – Requisitos e critérios de desempenho aplicáveis às edificações habitacionais, como um todo integrado, bem como a serem avaliados de forma isolada para um ou mais sistemas específicos;
2 – Requisitos e critérios de desempenho que se aplicam somente ao sistema estrutural da edificação habitacional;
3 – Requisitos e critérios de desempenho que aplicam-se ao sistema de pisos da edificação habitacional;
4 – Requisitos, os critérios e os métodos para a avaliação do desempenho de sistemas de vedações verticais internas e externas (SVVIE) de edificações habitacionais ou de seus elementos;
5 – Requisitos e critérios de desempenho requeridos para os sistemas de coberturas para edificações habitacionais;
6 – Requisitos e critérios de desempenho que aplicam-se ao sistema hidrossanitário da edificação habitacional.

Saiba mais: Laudo de Reformas NBR 16280: Consulte-nos.

Laudo de Reformas NBR 16280, O Que É O Laudo de Reformas NBR 16280, Pra Que Serve O Laudo de Reformas NBR 16280, Aonde Fazer O Laudo de Reformas NBR 16280, Como Fazer O Laudo de Reformas NBR 16280, Porque Fazer O Laudo de Reformas NBR 16280, Quando Fazer O Laudo de Reformas NBR 16280, Quanto É O Laudo de Reformas NBR 16280, Treinamento de Reformas NBR 16280, Certificado de Reformas NBR 16280, Apostila de Reformas NBR 16280, Objetivo Laudo de Reformas NBR 16280, Relatório Laudo de Reformas NBR 16280, Elaboração Laudo de Reformas NBR 16280,

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos