Curso Operação de Bomba de Concreto NR 12, Treinamento de Bomba de Concreto, Curso NR 12 Bomba de Concreto

Treinamento NR 12 Bomba de Concreto

Curso Bomba de Concreto NR 12

Nome Técnico: Curso Capacitação NR 12 Segurança na Operação de Bomba de Concreto

Cód: 10979

Curso Operador de Bomba de Concreto NR 12

O objetivo do Curso Operação de Bomba de Concreto NR 12 visa capacitar profissional com segurança para programar a produção e o fornecimento de concreto, misturar os materiais a serem utilizados, preparar o ambiente, os equipamentos de trabalho e os insumos do concreto, descarregar e bombear o concreto nos locais adequados.

O que é Bomba de Concreto? As bombas são equipamentos de extrema importância para a construção civil.
Para grandes e pequenas obras, elas imprimem mais velocidade à concretagem, diminuem a quantidade de mão de obra e equipamentos, facilitam a aplicação e permitem um melhor acabamento, devido à maior plasticidade do concreto.

Escolha Seu Plano

100% Presencial

16 Horas - Com Experiência

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

08 hs EAD / 08 hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

EAD (Ensino a Distância)

16 Horas - Com Experiência

Totalmente Online

Imperdível!

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso Operador de Bomba de Concreto NR 12

Conscientização sobre a Importância do Manual de Instrução do Equipamento;
Instruções Básicas;
Exemplos de Condições Perigosas;
Prevenção de Incêndios;
Prevenção de Acidentes;
Noções e procedimentos de Primeiros Socorros;
Especificações da Máquina;
Visão Geral da Máquina;
Avaliar a Funcionalidade e Conservação do Equipamento;
Operação com segurança;
Argamassas e Concreto: Localização, instalação, organização e limpeza;
Ordem de colocação dos tipos de materiais;
Abastecimento e transporte dos materiais;
Uniformidade e tempo de mistura;
Equipamento de Proteção Individual – EPI;
Equipamento de Proteção Coletiva – EPC;
Como elaborar Análise Preliminar de Riscos – APR;
Procedimentos de uso e conservação;
Manutenção;
Checklist;
Nível de óleo motor, óleo hidráulico;
Nível de combustível e água;
Conexão e vazamentos das mangueiras;
Ruídos;
Bateria;
Parte elétrica;
Tubulação;
Engates;
Borrachas de vedação;
Extintor de incêndio;
Registro de saída de ar;

Complementos:
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho;
Riscos ergonômicos;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
NR 12 – Segurança nos Trabalhos em Máquinas e Equipamentos;
NR 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais;
NR 06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI;
Protocolo 2015 Guidelines American Heart Association;
Portaria GM N.2048 – Política Nacional de Atenção as Urgências;

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial

Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso Operador de Bomba de Concreto NR 12

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Renovação (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Curso Operador de Bomba de Concreto: Consulte-nos.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos