Inspeção Tanque de Amônia

Laudo Tanque de Amônia

Nome Técnico: Laudo de Inspeção NR-13 de Tanque de Amônia em conformidade com a NR13

Cód:13975

Laudo Tanque de Amônia
O Laudo será elaborado com intuito de inspecionar tanques de armazenamento de amônia, visando a segurança e integridade do trabalhador e do patrimônio.

O que é Tanque de Amônia?
Os reservatórios de Amônia Anidra podem ser esferas não refrigeradas ou cilindros estacionários, e ambos devem possuir pressão de 15 kgf/cm² aproximadamente.
Ainda que o uso de Tanques de Amônia  seja comum nas indústrias, a amônia é prejudicial à saúde, por isso o tanque de armazenamento de amônia, deve fundamentalmente atender as normas regulamentadoras e normas técnicas aplicáveis e os operários sempre utilizarem os EPI’s  (Equipamentos de Proteção Individual )  e EPC’s  (Equipamento de Proteção Coletiva) específicos quando trabalhar com esse tipo de produto.

De quem é a Responsabilidade do Sistema de Amônia? 
No âmbito da assunção de competência, ser o responsável perante aos órgãos competentes, tais como:
Se não houver a figura do Projetista, responderá perante os órgãos competentes o Responsável pela  pela instalação, seja ele Gerente ou Proprietário.
É também responsabilidade do Projetista orientar a Instaladora, o Proprietário e usuário dos riscos e vantagens; bem como simular condições de acidente na instalação frigorífica no que se refere a segurança pessoal, ambiental e patrimonial.

Escopo do Serviço:
Laudo Tanque de Amônia

Laudo de Inspeção de Tanque de Amônia em conformidade com a NR 13;
Visita técnica para estabelecer cronograma de trabalho;
Verificação das documentações dos equipamentos;
Inspeção visual da instalação e dos equipamentos;
Estabelecer quais os testes necessários para verificação das condições de segurança de cada vaso de pressão;
Teste Ultrassom Tanque de Amônia: Medição de espessura da chaparia (Tampos e Costado), através de Ultrassom;
Teste Liquido Penetrante: Será realizado teste LP (Líquido Penetrante) caso o equipamento tenha sofrido alteração em sua estrutura nas regiões de soldas;
As áreas onde serão realizados os testes deverão ser sinalizadas e isoladas com fitas zebradas;
Emissão de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), junto ao CREA;
Elaboração de laudo atestando a condição operacional de cada equipamento;
Abertura de Registro de segurança (livro com páginas numeradas) ou atualização do mesmo para cada equipamento;
Placas de identificação de cada equipamento, caso não exista;
Calculo da PMTA;
Projeto de Instalação;
Avaliação qualitativa;
Avaliação quantitativa;
Registro fotográfico;
Conclusão do PLH;
Proposta de melhorias corretivas;
Emissão da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

Referencias Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
NR-13 – Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulação;
ABNT NBR 13598 – Vasos de pressão para refrigeração;
ABNT NBR 11586 – Solução de amônia — Determinação da densidade e do teor de NH3;

ABNT NBR 12945 – Vagão-tanque – GLP e amônia – Características principais – Bitola métrica – Padronização.

Cabe a Contratante:
Cabe a Contratante fornecer os meios, Projetos arquitetônicos em AutoCad ou PDF;

Lista de todos os equipamentos elétricos e eletrônicos contidos na áreas com marca, potência modelo, tipo e temperatura;
Se tiver inflamáveis e/ou combustíveis armazenados com mais 400 litros no total torna-se obrigatório fazer o Prontuário da NR-20.

Validade do Laudo:
Laudo Tanque de Amônia

Validade das Inspeções: ANUAL exceto se ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, finalidades, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de nova Inspeção;
d) mudança de empresa;
e) troca de máquina ou equipamento.

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Laudo Tanque de Amônia

Rescue Cursos

Laudos, Perícias Programas, ART's e muito mais!

Reproduzir vídeo

Saiba Mais: Laudo Tanque de Amônia.

Em condições anormais como vazamento no tanque do veículo, tomar as seguintes contra-medidas:
Conduzir o veículo até encontrar lugar desabitado, longe de edificações, pessoas e veículos;
Jogar água em abundância sobre o tanque. Solicitar ajuda à segurança e medicina do trabalho;
Solicitar ajuda ao corpo de bombeiros;
Evacuar e interditar a área até que sejam estabelecidas condições seguras no local;
Medidas de Primeiros – Socorros.
Inalação:
Remova a vítima para a área não contaminada e arejada e administre oxigênio, se disponível, sob máscara facial ou catéter nasal;
Aplique manobras de ressuscitação em caso de parada 
respiratória;
Encaminhe imediatamente ao hospital mais próximo;

Contato com a pele:
Retirar rapidamente as roupas e calçados contaminados e lave as partes atingidas com água corrente em abundância durante 15 minutos;
Se houver, aplique acido acético ou vinagre. Não colocar ataduras durante 24 horas;
Encaminhar ao médico;

Contato com os olhos:
O atendimento imediato é fundamental;
Lave os olhos com água corrente durante uns 15 minutos, mantendo a pálpebra erguida, para permitir a máxima remoção do produto;
Se houver disponível, aplique solução de ácido bórico 5%;
Após esses cuidados encaminhe imediatamente ao médico oftalmologista;
Ingestão:
O acidentado consciente pode ingerir água ou leite, sempre aos poucos para não induzir vômitos;
Não provocar vômitos;
Encaminhar ao médico informando as características do produto.

Quais ações devem ser evitadas:
Em caso de ingestão por amônia, nunca dê nada pela boca a pessoas inconscientes ou em estado convulsivo.
Descrição breve dos principais sintomas e efeitos:
Asfixia por respiração de Amônia Anidra;

Queimadura por contato;
A inalação de altas concentrações produz violenta tosse e, se a rápida retirada do local não ocorrer, resultará irritação pulmonar, edema e até a morte por asfixia;

A exposição a altas concentrações de vapor de amônia, causa irritação, cegueira temporária e severos danos aos olhos, se ingerida provoca ação corrosiva na boca, esôfago e estômago;
As soluções aquosas de amônia apresentam praticamente os mesmos danos, dependendo naturalmente de sua concentração;
O contato de solução amoniacal com a pele produz um avermelhamento na região afetada, já o contato com amônia anidra liqüefeita, pode causar graves queimaduras, pela sua ação cáustica e pelo próprio congelamento do local afetado;
Em ambientes contaminados com baixas concentrações, o gás só causa irritação nos olhos e incomoda na respiração;
Não é tóxico de efeitos acumulativos. Além desses ocorre inchamento de todo o corpo, forte dor na boca, colapso, febre, tosse, forte dor no peito, forte dor nos olhos, ouvidos e garganta, forte dor no abdômen e vômito.
Proteção do prestador de socorros e/ou notas para o médico:
Asfixia por respiração de amônia anidra, queimadura por contato com amônia anidra à baixa temperatura;
Utilizar máscaras contra vapores orgânicos, luvas de P.V.C, óculos de segurança.
NR-13 – Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulação;
13.1.1 Esta Norma Regulamentadora – NR estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de caldeiras a vapor, vasos de pressão e suas tubulações de interligação nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores.
13.1.2 O empregador é o responsável pela adoção das medidas determinadas nesta NR.
ABNT NBR 11586 – Solução de amônia — Determinação da densidade e do teor de NH3; – Esta Norma especifica um método para a determinação da densidade e do teor de NH3, em solução de amônia.

ABNT NBR 12945 – Vagão-tanque – GLP e amônia – Características principais – Bitola métrica – Padronização. – Esta Norma padroniza características principais para vagão-tanque, para transporte de GLP ou amônia anidra liquefeita, em via férrea de bitola métrica.
ABNT NBR 13598 – Vasos de pressão para refrigeração. – Esta Norma estabelece um conjunto de recomendações e requisitos mínimos a serem utilizadosna fabricação de vasos de pressão para uso em refrigeração.

Importante:
Se necessário a utilização de Máquinas e Equipamentos de Elevação é obrigatório, imediatamente antes da movimentação, a realização de:
01 – Elaboração da Análise Preliminar e Risco -APR
02 – Permissão de Trabalho (PT)
03 – Checar EPIs e EPCs
04 – Verificar o Manual de Instrução do Equipamento;
04 – Verificar o Laudo de Inspeção Técnica do Equipamento e dos Pontos de Ancoragem com ART
05 –  Manter Equipe de Resgate equipada;
06 – Reunião de segurança sobre a operação com os envolvidos, contemplando as atividades que serão desenvolvidas, o  processo de trabalho, os riscos e as medidas de proteção, conforme análise de risco, consignado num documento a ser arquivado contendo o nome legível e assinatura dos participantes;
a) Inspeção visual;
b) Checagem do funcionamento do rádio;
c) Confirmação de que os sinais são conhecidos de todos os envolvidos na operação.
07- A reunião de segurança deve instruir toda a equipe de trabalho, dentre outros envolvidos na operação, no mínimo, sobre os seguintes perigos:
a) Impacto com estruturas externas;
b) Movimento inesperado;
c) Queda de altura;
i) Outros específicos associados com o içamento.
08 – A equipe de trabalho é formada pelo(s) ocupante(s) do cesto, operador do equipamento, sinaleiro designado e supervisor da operação.
09 – A equipe de Resgate equipada deve permanecer a tempo de resposta dentro dos padrões  de  zero a 10 minutos.

Curso: Laudo Tanque de Amônia: Consulte-nos.

Laudo Tanque de Amônia NR, Relatório de Tanque, Tanque de Amônia, relatório NR Laudo Tanque de Amônia, Tanque de Amônia, Laudo Tanque de Amônia, Parecer NR Laudo Tanque de Amônia, ART de Laudo Tanque de Amônia, Elaboração Laudo Tanque de Amônia, Inspeção Laudo Tanque de Amônia, Inspeção técnica Laudo Tanque de Amônia, parecer técnico Laudo Tanque de Amônia, relatório técnico Laudo Tanque de Amônia, visita técnica Laudo Tanque de Amônia, como fazer Laudo Tanque de Amônia, como fazer relatório Laudo Tanque de Amônia, de ruído pdf tal Laudo Tanque de Amônia, ministério do trabalho Laudo Tanque de Amônia, assessoria técnica Laudo Tanque de Amônia, o que é Laudo Tanque de Amônia, o que é relatório Laudo Tanque de Amônia, o que é elaboração Laudo Tanque de Amônia, onde fazer Laudo Tanque de Amônia, onde fazer relatório Laudo Tanque de Amônia, onde fazer elaboração Laudo Tanque de Amônia, pra que serve o Laudo Tanque de Amônia, pra que serve fazer relatório Laudo Tanque de Amônia, pra que serve fazer elaboração Laudo Tanque de Amônia, como fazer Laudo Tanque de Amônia, como fazer relatório Laudo Tanque de Amônia, como fazer elaboração Laudo Tanque de Amônia, validade do Laudo Tanque de Amônia, validade do relatório Laudo Tanque de Amônia, validade da visita Laudo Tanque de Amônia, renovação do Laudo Tanque de Amônia, reciclagem online Laudo Tanque de Amônia, reciclagem ead Laudo Tanque de Amônia, reciclagem semipresencial Laudo Tanque de Amônia, reciclagem presencial Laudo Tanque de Amônia, porque fazer o Laudo Tanque de Amônia, porque fazer o relatório Laudo Tanque de Amônia, porque fazer a elaboração Laudo Tanque de Amônia, quando fazer o Laudo Tanque de Amônia, quando fazer o relatório Laudo Tanque de Amônia, quando fazer a elaboração Laudo Tanque de Amônia, quanto fica para fazer o Laudo Tanque de Amônia, quanto fica para fazer o relatório Laudo Tanque de Amônia, quanto fica para fazer a elaboração Laudo Tanque de Amônia,

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos