Laudo Atmosferas Explosivas

Laudo Atmosferas Explosivas

Nome Técnico: Elaboração Laudo de Inspeção Técnica e Conformidade de Atmosferas Explosivas – NR-20

Cód: 29615

O Laudo Atmosferas Explosivas tem por objetivo analisar o ambiente e equipamentos de processo, de modo que, ao avaliar o potencial de risco de explosão das substâncias presentes, identifica, gradua e delimita o risco de formação ou presença de atmosferas explosivas.

O que é Atmosfera Explosiva?
Trata-se de Atmosfera Explosiva quando existe em contato com o oxigênio uma proporção tal de gás, vapor, poeira ou fibras, onde uma faísca proveniente de um circuito elétrico ou o aquecimento de um equipamento pode ser fonte de ignição e provocar uma explosão.

Importante: Em caso de Atmosfera Explosiva, é obrigatório a Elaboração de Prontuário da Instalação NR-20.

O que é Prontuário da Instalação NR-20?
A Norma NR-20 estabelece que todas as instalações que manuseiam combustíveis e inflamáveis precisam preparar um conjunto de documentos como desenhos, plantas, certificados, fichas de produtos, formulários etc. que evidenciem o seu atendimento, e chamou este arquivo de Prontuário da Instalação.
O Prontuário de Instalação NR-20 trata-se de um documento que contém 190 páginas e inclui o Mapeamento das Áreas Classificadas e Explosivas (EX).

Laudo Atmosferas Explosivas

Análise da capacitação dos profissionais;
Análise de Manutenção dos equipamentos;
Análise de montagem dos equipamentos;
Características físico-químicas de produtos mais comuns;
Classificação das Atmosferas Explosivas;
Definição das Atmosferas Explosivas por gases vapores fibras e poeiras;
Eletrostática;
Especificação de prensa-cabos;
Fontes de ignição mais comuns;
Graus de Proteção;
Inspeção de sistemas elétricos;
Inspeção dos instrumentos;
Inspeção dos sistemas elétricos;
Materiais e Equipamentos;
Métodos de instalação;
Nível de Proteção de Equipamentos (EPL);
Poeiras combustíveis;
Tratamento da área classificada;
Zoneamentos;
Avaliação qualitativa;
Avaliação quantitativa;
Registro fotográfico;
Conclusão do PLH;
Proposta de melhorias corretivas;
Emissão da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

NR-20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis ITEM 20.19.1:
 “O Prontuário da instalação deve ser organizado, mantido e atualizado pelo empregador e constituído pela seguinte documentação:
a) Projeto da Instalação;
b) Procedimentos Operacionais;
c) Plano de Inspeção e Manutenção;
d) Análise de Riscos;
e) Plano de prevenção e controle de vazamentos, derramamentos, incêndios e explosões e identificação das fontes de emissões fugitivas;
f) Certificados de capacitação dos trabalhadores;
g) Análise de Acidentes;
h) Plano de Resposta a Emergências”.
Documentações necessárias para Elaboração do Prontuário da NR 20:
Cópias solicitadas:
AVCB – Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros;

Alvará da CETESB:
Alvará da Prefeitura do local;
Forma de abastecimento de tanques quando for o caso;
Se tiver  carretas de produtos químicos informar se  são sempre as mesmas ou se diferem nas entregas;
Lista de equipamentos contidos nos tanques se tiver;
Lista contendo – equipamento, fabricante, modelo, tensão, forma de acionamento de todo Equipamento elétrico ou eletrônico, que fique por perto das áreas classificadas;
Planta contendo os tanques e sua capacidade e forma (compartimentado ou não em litros);
FISPQS  (Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos)  inflamáveis e explosivos;
Planta contendo a elevação das bombas;
Jornada de trabalho – operacional e administrativo;
Tipo de estrutura dos locais onde ficam as áreas classificadas;
E demais  documentações necessárias após receber os itens acima.
Importante:
Para elaborar o Prontuário da NR-20 é fundamental existir  o Prontuário da NR-12 (Somente se houver Máquinas e Equipamentos) e Prontuário da NR-10, caso contrário torna-se impossível fechar o Prontuário da NR-20.

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
NR-10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade;
NR-20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis;

ABNT NBR IEC 60079 – Atmosferas explosivas;
ABNT NBR IEC 60079-1 – Sistemas “à prova de explosão” Ex-d;
ABNT NBR IEC 60079-2 – Sistemas “pressurizados” Ex-p;
ABNT NBR IEC 60079-5 – Sistemas “imersos em areia” Ex-q;
ABNT NBR IEC 60079-6 – Sistemas “imersos em óleo” Ex-o;
ABNT NBR IEC 60079-7 – Sistemas “de segurança aumentada” Ex-e;
ABNT NBR IEC 60079-11 – Sistemas “de segurança intrinseca” Ex-i;
ABNT NBR IEC 60079-14 – Para instalações em atmosferas explosivas;
ABNT NBR IEC 60079-15 – Sistemas “não acendíveis” Ex-n;
ABNT NBR IEC 60079-17 – Inspeção e Manutenção em atmosferas explosivas;
ABNT NBR IEC 60079-18 – Sistemas “encapsulados” Ex-m;
ABNT NBR IEC 60079-19 – Recuperação e Reparos em atmosferas explosivas;
ABNT NBR ISO/IEC 80079 – Atmosferas explosivas;
Decreto Nº 56.819 – Corpo de Bombeiros;

Laudo Atmosferas Explosivas

Validade das Inspeções: ANUAL exceto se ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, finalidades, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de nova Inspeção;
c) mudança de empresa;
d) troca de máquina ou equipamento.
Será emitido Laudo Técnico por Profissionais Legalmente Habilitados Perito e Engenheiro de Segurança do Trabalho com ART;

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Rescue Cursos

Laudos, Perícias Programas, ART's e muito mais!

Reproduzir vídeo

Saiba Mais: Laudo Atmosferas Explosivas:

Prontuário da Instalação:
Sistema organizado de forma a conter uma memória dinâmica das informações técnicas pertinentes às instalações, geradas desde a fase de projeto, operação, inspeção e manutenção, que registra, em meio físico ou eletrônico, todo o histórico da instalação ou contém indicações suficientes para a obtenção deste histórico.
Atmosferas propícias a uma explosão podem ser encontradas nos mais diversos segmentos da Indústria como o Petroquímico, Alimentício, Usinas de Açúcar e Etanol, Farmacêutico, Têxtil, Papel e Celulose entre tantos outros.
Zona 2 e 22 – área onde não é provável, em condições normais de funcionamento, a formação de uma atmosfera explosiva constituída por uma mistura com o ar, de substâncias inflamáveis sob a forma de gás, vapor, névoa ou poeira ou onde, caso se verifique, essa formação seja de curta duração. Utilizar equipamentos com EPL Gc ou Dc.
Zona 1 e 21 – área onde é provável, em condições normais de funcionamento, a formação ocasional de uma atmosfera explosiva constituída por uma mistura com o ar, de substâncias inflamáveis sob a forma de gás, vapor, névoa ou poeira. Utilizar equipamentos com EPL Gb ou Db.
Zona 0 e 20 – área onde existe permanentemente, durante longos períodos de tempo, ou frequentemente, uma atmosfera explosiva constituída por uma mistura com o ar de substâncias inflamáveis sob a forma de gás, vapor, névoa ou poeira. Utilizar equipamentos com EPL Ga ou Da.
Poeiras combustíveis:
Partículas sólidas muito finas, de tamanho nominal na ordem de 500 µm ou menos, podem estar a pairar no ar, podem ser depositadas devido ao seu próprio peso e que podem queimar ou incendiarem-se no ar e são susceptíveis de formar misturas explosivas com o ar em condições de pressão atmosférica e de temperatura normais.
Poeiras não condutoras: Poeiras combustíveis de resistividade eléctrica superior a 103 Ω.m
Poeiras condutoras: Poeiras combustíveis de resistividade eléctrica igual ou inferior a 103 Ω.m

Saiba Mais: Laudo Atmosferas Explosivas: Consulte-nos.

Laudo Atmosferas Explosivas,

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos