curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, o que é curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, pra que serve curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, aonde fazer curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, como fazer curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, porque fazer curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, quando fazer curso de sistemas de refrigeração nbr 16069, quanto custa curso de sistemas de refrigeração nbr 16069,

Curso Sistema de Refrigeração NBR 16069

Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069

Nome Técnico: Curso Capacitação Sistemas de Refrigeração

Cód: 15533

O Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069 tem por objetivo conscientizar sobre a classificação das instalações de refrigeração que devem ocorrer conforme a ocupação:
Ocupação institucional, comercial, mercantil e industrial, locais de reunião pública e mistos.

Qual a função do Projetista? Pessoa que participa direta ou indiretamente no projeto, fabricação, montagem, operação e manutenção de instalação frigorífica.
Cabe ao Projetista orientar a todos os envolvidos sobre  os riscos e vantagens, efetuar treinamentos e simular condições de acidentes na instalação frigorífica sobre todos os aspectos de segurança, saúde do trabalho e ambiental.
Se não houver projetista, que responderá perante os órgãos competentes o gerente, responsável ou proprietário responderão solidariamente em todas as esferas judiciais em conformidade com as normas técnicas aplicáveis:
Legislação Ambiental
Normas Técnicas da ABNT
Legislação Corpo de Bombeiros (CB)
Legislação Ministério do Trabalho e Emprego

Escolha Seu Plano

100% Presencial

16 Horas - Com Experiência

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

08hs EAD / 08hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

EAD (Ensino a Distância)

16 Horas - Com Experiência

Totalmente Online

Imperdível!

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069

Escopo;
Termos e Definições;
Classificação de acordo com a ocupação;
Classificação dos sistemas frigoríficos;
Sistemas de Baixa e alta probabilidade;
Classificação, troca, restrições, limites de concentração de fluído frigorífico;
Fluídos não inflamáveis e inflamáveis e altamente inflamáveis;
Inspeção das juntas de dilatação de fluído frigorífico;
Localização da tubulação de fluídos frigoríficos;
Ocupações institucionais e salas refrigeradas;
Cálculo de volumes;
Espaços não ligados e ventilados;
Sistemas Instalados na sala de máquinas ou ao ar livre;
Aplicações para conforto humano;
Exigências para Instalações: Fundações, proteções, acesso seguro, rede de agua, segurança elétrica;
Equipamentos de gás combustível;
Instalação de dutos de ar e partes do sistema frigorífico em dutos de ar;
Acesso e Exigências específicas e gerais para sala de máquinas de refrigeração;
Descargas por dreno ou purgas;
Projeto e construção de equipamentos, materiais e sistemas;
Pressão de projeto de sistema;
Vasos de pressão para fluídos frigoríficos e dimensões e outros componentes que não são vasos de pressão;
Proteção e ajuste com dispositivos de alívio de pressão;
Ajuste de válvula de alívio e pressão;
Ajuste de elementos de ruptura;
Identificação dos dispositivos de alívio e plugues fusíveis;
Proteção para deslocamento de compressores de deslocamento positivo;
Dispositivo limitadores de pressão;
Tubulações para fluídos frigoríficos, válvulas conexões e afins;
Partes com fluído com fluído frigorífico no duto de ar;
Manutenção, fabricação e instalação;
Ensaio de pressão em fábrica e procedimentos de ensaio de pressão;
Placa de identificação;
Operação e ensaios de campo de instalação e operação;
Certificado;
Exigências, restrições gerais e proteções;
Placa e Identificação;
Identificação da instalação;
Identificação e controles de tubulações;
Mudança de controles;
Mudança de fluído frigorífico e óleo lubrificante;
Carga retirada e armazenagem de fluído frigorífico;
Cilindros, estocagem de fluído frigorífico e diques de contenção;
Manutenção válvulas de bloqueio;
Calibração de equipamentos para medição de pressão;
Ensaios periódicos;
Responsável pela operação e paradas de emergências;
Anexo A NBR 16069 – Cumprimento equivalente permissível da tubulação de descarga;
Anexo B NBR 16069 – Emergências em salas de máquinas de sistemas frigoríficos ( nível de alarme, alarmes múltiplos de detecção de fluído frigorífico, reentrada em salas de máquinas e procedimentos de emergências;
Anexo C  NBR 16069 – Método de cálculo da capacidade de descarga do dispositivo de alívio de pressão de deslocamento positivo.

Complementos
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho;
Riscos ergonômicos;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Principais preocupações:
Cumprimento da Normas Técnicas aplicáveis;
Cumprimento dos testes dos equipamentos e da Instalação segundo as exigências Normalizadas;
Atendimento as Normas de Segurança do Trabalho e Ambiental, Patrimonial, Pessoal e Ambiental;
Elaboração da documentação (fluxograma e (Lay-out) exatamente como executado: “as built”.

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações: 
NR – 06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI;
NR – 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;
NR – 17 – Ergonomia;
NR-36 – Segurança e Saúde no Trabalho em Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados.
ABNT NBR 16069 – Segurança em sistemas frigoríficos.

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial

Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualiazação (Reciclagem):  É recomendável anualmente e sempre que  ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba Mais: Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069:

Benefícios pelo cumprimento das Normas: Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069
01- Possuir PGR – Plano de Gerenciamento de Riscos a fim de garantir equipamentos e instalações confiáveis, seguras e eficientes.

02 – Possuir o PCE (Procedimentos Controle de Emergências)
03- Possuir Consultor para receber a devida orientação visando esclarecer dúvidas ou problemas;
04- Manter Prontuários atualizados:
NR -10 Prontuário de Instalações Elétricas,

NR-12 Prontuário de Máquinas e Equipamentos
NR-13 Prontuário das Unidades de Processo,
NR-36 Cumprir as exigências da NR-36
Legislação Ambiental entre outras normas pertinentes.
05- Possuir documentação necessária para futura ampliação, manutenção e treinamentos;
06 – Avaliar a performance e o estado da Instalação periodicamente;
07- Manter sua equipe permanentemente atualizada com treinamentos e simulados periódicos, inclusive Treinamentos de capacitação e atualização para contingências emergenciais (com simulação de vazamento e derramamento de grandes proporções).
Exigências para Instalações: Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069
Acessos seguro;
Cumprimento das Normas Técnicas aplicáveis
Disponibilidade de água em abundância;
Localização das tubulações;
Proteções;
Sala de Máquinas.
Com relação as ligações soldadas as soldas nos equipamentos e tubulações devem obedecer a 3 critérios bem definidos por Norma ABNT 16069  entre outras:
A) Existir procedimento de solda; (EPS – Especificação do Procedimento de Soldagem)
B)  Soldador Qualificado e Certificado  para cada tipo de soldagem e validade( RQPS – Registro de Qualificação, Procedimento de Soldagem)
C)  Qualificação dos materiais (rastreabilidade);

Saiba Mais: Curso Sistemas de Refrigeração NBR 16069: Consulte-nos.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos