curso operador de vibro acabadora, o que é o curso operador de vibro acabadora, pra que serve o curso operador de vibro acabadora, aonde fazer o curso operador de vibro acabadora, como fazer o curso operador de vibro acabadora, porque fazer o curso operador de vibro acabadora, quando fazer o curso operador de vibro acabadora, quanto é o curso operador de vibro acabadora, treinamento de vibro acabadora

Curso Operador de Vibro Acabadora

Curso Operador de Vibro Acabadora

Nome Técnico: Curso Capacitação NR-12 Segurança na Operação de Vibro Acabadora

Cód: 8610

O Curso Operador de Vibro Acabadora tem por objetivo instruir a Segurança na Operação do Equipamento, e vale lembrar que o colaborador não deve operar a máquina sem que manual de instruções do equipamento tenha sido lido e observado todos os detalhes e procedimentos, o treinamento tenha sido realizado e a operação da máquina tenha sido realizada sob supervisão de um operador qualificado e experiente.
O operador também deve ler, entender e seguir as normas, padrões e regulamentos aplicáveis estabelecidos pelo Empregador, pela Indústria e pelas Autoridades Governamentais.

Escolha Seu Plano

100% Presencial

16 Horas - Com Experiência

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

08hs EAD / 08hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso Operador de Vibro Acabadora

Transmissão hidrostática;
Velocidade de trabalho;
Velocidade de deslocamento;
Tração;
Distribuição de carga em três eixos;
Pneu;
Transportadores de Asfalto;
Transportadores independentes;
Comportas independentes;
Sensores eletromecânicos;
Zona de descarga com inclinação;
Mancais com duplo sistema de vedação do tipo labirinto;
Controle de Direção;
Excelente dirigibilidade e conforto de operação;
Posto de Comando;
Sinalizador estroboscópio;
Sistema de iluminação extensível;
Painel de Controle;
Manômetro;
Indicador de funções;
Sistema Hidráulico de Aplicativos;
Tanques;
Tanque hidráulico;
Tanque combustível;
Sistema Elétrico;
Mesa Extensível Hidráulica;
Translado em caminhões de pequeno porte;
Regulagem de  inclinação dos corpos de extensão da mesa;
Silo de Massa;
Capacidade;
Basculamento por meio de cilindros;
Apoiados sobre coxins de borracha;
Descarga eficiente de material;
Sistema de Flutuação;
Principais vantagens;
Acabamento superficial;
Uniformidade da espessura de pavimentação;
Sistema dual Concept;
Mudança do sistema de tração;
Tração por pneus;
Sistemas Automáticos de Operação;
Componentes opcionais;
Controle eletrônico por sensor mecânico de nivelamento “MOBA”;
Esqui  e  sapatas auto ajustáveis;
Dados Técnicos Vibro Acabadora;
Motor;
Potência (máquina básica) cv / kW;
Velocidade de pavimentação;
Velocidade de deslocamento;
Capacidade do tanque de óleo hidráulico;
Capacidade do tanque de óleo do carter;
Capacidade do silo de massa;
Peso com mesa  Stretch 16®;
Raio de giro interno;
Sistema de tração;
Produção;
Largura de pavimentação com mesa;
Largura mínima de pavimentação;
Espessura de pavimentação com mesa;
Aquecimento;
Frequência de vibração;

Complementos
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho;
Riscos ergonômicos;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
NR-06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI;

NR-11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais;
NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;
NR-18 – Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção;

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial

Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso Operador de Vibro Acabadora

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Atualização (Reciclagem): O empregador deve realizar treinamento periódico Anualmente  e sempre que ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de novo treinamento;
c) retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa dias;
d) mudança de empresa;
e) Troca de máquina ou equipamento.
NR 18.14.2.1 Os operadores devem ter ensino fundamental completo e devem receber qualificação e treinamento específico no equipamento, com carga horária mínima de dezesseis horas e atualização anual com carga horária mínima de quatro horas.

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Critérios dos Certificados da Capacitação ou Atualização:
Nossos certificados são numerados e emitidos de acordo com as Normas Regulamentadoras e dispositivos aplicáveis:
Emissão da A.R.T. (Anotação de Responsabilidade Técnica);
Nome completo do funcionário e documento de identidade,;
Conteúdo programático;
Carga horária;Cidade, local e data de realização do treinamento;
Nome, identificação, assinatura e qualificação do(s) instrutor(es);
Nome, identificação e assinatura do responsável técnico pela capacitação;
Nome e qualificação do nosso Profissional Habilitado;
Especificação do tipo de trabalho e relação dos tipos de espaços confinados;
Espaço para assinatura do treinando;
Informação no Certificado que os participantes receberam DVD contendo material didático (Apostila, Vídeos, Normas etc.) apresentado no treinamento.
Evidencias do Treinamento: Vídeo editado, fotos, documentações digitalizadas, melhoria contínua, parecer do instrutor:

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba mais: Curso Operador de Vibro Acabadora:

São máquinas que trabalham com a fabricação de pavimento, assentamento e revestimento final.
Tecnologias e equipamentos não faltam para garantir a qualidade técnica e agregar produtividade às obras, especialmente nas etapas minuciosas de pavimentação asfáltica, e as vibro acabadoras têm imensa disponibilidade.
Benefícios operacionais, essas máquinas trabalham minuciosamente em conjunto com uma frota de equipamentos, num ciclo operacional complexo que vai desde a fabricação de pavimento, assentamento e revestimento final. A qualidade da pavimentação realizada por vibro acabadoras não depende apenas de requisitos logísticos, as mais modernas são equipadas com tecnologias capazes de assegurar a resistência do pavimento em diversos níveis de angulação, considerando caimento e outras variáveis.

As vibro acabadoras são compostas por duas unidades: a tratora e a de nivelamento. A primeira compreende o motor, as transmissões e os controles, o silo de carga com laterais basculantes, as barras alimentadoras, roscas distribuidoras e o posto de condução. Apoiada sobre esteiras ou pneus, tem como funções o deslocamento, recebimento, condução e lançamento uniforme da carga de mistura asfáltica à frente da unidade de nivelamento.
Já a unidade de nivelamento é formada por uma mesa flutuante e vibratória ligada à unidade tratora por braços de nivelamento fixados através de articulações próximas à parte central do equipamento. Suas funções são nivelar e pré-compactar a mistura asfáltica sobre a superfície em que foi lançada, de acordo com especificações de geometria previamente definidas.
Elas espalham, nivelam o asfalto e durante o processo os operadores devem estar atentos à quantidade suficiente de caminhões basculantes para a alimentação da vibro acabadora sem que haja interrupção na execução do pavimento. Para a conclusão e acabamento, entram em cena os rolos compactadores de asfalto.
Para pavimentação urbana são indicadas as vibro acabadoras mais compactas, devido à velocidade de deslocamento, versatilidade e mobilidade operacional, embora de acordo com especialistas os modelos menores pequem na capacidade de tração. As de grande porte são recomendadas para pavimentações rodoviárias e podem executar pavimentos com larguras de 2 a 16 m em uma única passada, dependendo do modelo.
As vibro acabadoras são fabricadas com dois tipos de sistemas rodantes – sobre pneus e sobre esteiras. O primeiro se destaca pela velocidade de deslocamento e facilidade de manobras mesmo em situações extremas. Já as sobre esteiras oferecem recursos como estabilidade e maior capacidade de tração, incluindo roletes de alta resistência e sapatas revestidas de material vulcanizado de composição específica para suportar grandes esforços de tração.
O bom desempenho dos revestimentos e tratamentos superficiais asfálticos depende da utilização de procedimentos corretos em todas as etapas – desde o projeto estrutural, escolha adequada dos equipamentos, dos materiais e formulações de proporções ou misturas que atendam à necessidade do revestimento, o uso de técnicas adequadas de produção, distribuição até execução das camadas asfálticas na pista.
Como toda a indústria de equipamentos, o segmento de máquinas para pavimentação está em constante evolução e o engenheiro de pavimentação deve estar atento a isso. Hoje, os canteiros brasileiros têm modelos globais, com os mesmos avanços tecnológicos de mercados exigentes, como o europeu e o norte-americano.

Saiba mais: Curso Operador de Vibro Acabadora: Consulte-nos.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos