Curso Fibras de Alto Desempenho

Treinamento Fibras de Alto Desempenho

Curso Fibras de Alto Desempenho

Nome Técnico: Curso Capacitação Fibras de Alto Desempenho

Cód: 28843

O Curso Fibras de Alto Desempenho tem por objetivo difundir tecnologias de aplicação de fibras reforçadas de alto desempenho.

O que são Fibras?
Constituídas por macromoléculas, polímeros, são compostos por uma sequência de monómeros (unidade que se repete num polímero), se trata de elementos filiformes que apresentam um elevado comprimento em relação à dimensão transversal máxima, sendo caracterizadas pela sua flexibilidade e finura.

Escolha Seu Plano

100% Presencial

16 Horas - Com Experiência

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

08hs EAD / 08hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

EAD (Ensino a Distância)

40 Horas - Com Experiência

Totalmente Online

Imperdível!

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso Fibras de Alto Desempenho

Apresentação de materiais de reforços:
Tabelas com comparação de Custo vs Desempenho;
Materiais Compósitos Poliméricos Termoplásticos, Termofixos e Elastoméricos;
Fibras de Vidro E “Electric glass”;
Fibras de Vidro ECR;
Fibras de Vidro de elevado módulo de elasticidade tipo H e tipo S;
Fibras de Basalto;
Fibras de Nylon;
Fibras de Aramidas;
Fibras de Poliester;
Fibras de Polietileno;
Fibras de Polipropileno;
Fibras de Carbono;
Fibras Combinadas, na forma de Tecidos, Fitas etc;
O que é “gel spinning”;
Ensaios Mecânicos de Aprovação e Validação;
Laminação Manual;
Aplicações dos Reforços de Elevado Desempenho;
Técnicas de Manutenção e Reparo de Ferramental para moldagem de Compósitos;
Complementos:
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
ABNT NBR 10571 – Tubo de poliéster reforçado com fibras de vidro;

ABNT NBR 11335 – Monoetilenoglicol para fibra de poliéster;
ABNT NBR 12744 – Fibras têxteis;
ABNT NBR 7969 – Tubo de PRFV – Verificação da resistência axial por pressão hidrostática interna;
ABNT NBR ISO 10572 – Cabos de fibra mista de poliolefina;

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial

Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso Fibras de Alto Desempenho

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Atualização (Reciclagem): O empregador deve realizar treinamento periódico Anual  e sempre que ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) evento que indique a necessidade de novo treinamento;
b) retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa dias;
c) mudança de empresa;

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de cuidados do empregado;
Falta de alerta do empregador;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
1- Inquérito Policial – Polícia Civil;
2- Perícia através Instituto Criminalista;
3- Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
4- Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
5- O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
6- Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
7- Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
8- Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinamento (responsável em vigiar e na tem que realmente vigiar;
9- Não prever que se aplica a culpa em cooper vigilando ao Empregador mas apenas a responsabilidade de entregar o equipamento de treinar vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar);
10- Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção.
Salientamos que o empregado não pode exercer atividades expostos a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde.
Sendo assim podem responder nas esferas criminal e civil, aqueles expõem os trabalhadores a tais riscos.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba maisCurso Fibras de Alto Desempenho:

Fibras poliméricas têm sido utilizadas com sucesso para o aumento da resistência ao dano de concretos refratários durante a secagem.
Tal aplicação se baseia no aumento de permeabilidade ocasionado pela fusão ou degradação dessas fibras durante o primeiro aquecimento do concreto.
Além desse benefício, as fibras poliméricas podem também atuar como reforço, aumentando tanto a resistência mecânica quanto a energia total de fratura, se suas propriedades se mantiverem íntegras até a temperatura de máxima pressurização. Este trabalho tem como objetivo avaliar a resistência mecânica e a energia total de fratura de concretos úmidos e secos, reforçados com diferentes tipos de fibras poliméricas. Verificou-se um grande aumento das propriedades mecânicas com a adição de fibras, sendo que a influência do tipo de fibra adicionado mostrou-se mais acentuada nos ensaios realizados com o concreto seco. Os resultados ajudam a explicar o comportamento dos concretos com fibras durante a etapa de secagem.
As fibras têxteis são elementos filiformes caracterizados pela flexibilidade, finura e grande comprimento em relação à dimensão transversal máxima sendo aptas para aplicações têxteis.   Existem fibras descontínuas e contínuas.   As primeiras possuem o comprimento limitado a alguns centímetros, enquanto as contínuas têm um comprimento muito grande, sendo esse comprimento limitado devido a razões de ordem técnica. Tanto o aspecto das fibras como o brilho e o toque são dependentes da sua forma e da superfície.  As fibras com seção quase circular, como é o caso da lã, têm um toque mais agradável, conferindo uma melhor sensação de conforto do que uma fibra como o algodão, que apresenta uma seção chata como uma fita.   Uma seção em osso de cão, como a que apresenta a fibra de Orlon (fibra acrílica) confere igual mente um toque muito agradável. A forma da fibra e a sua macieza natural têm também igualmente uma influência sobre o brilho, pois modifica a forma como a luz é refletida pela fibra. A seção triangular da seda e de certas fibras sintéticas, como por exemplo, a Quiana, está na base dos seus aspectos particulares.   A macieza natural das fibras de algodão contribui para lhe conferir o brilho.

Saiba maisCurso Fibras de Alto DesempenhoConsulte-nos.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos