Treinamento de Autoclave

Curso de Autoclave

Curso Capacitação NR 13 Segurança na Operação de Autoclave

Cód: 6921

Curso de Autoclave

O Curso Operador de Autoclave tem o objetivo de englobar aula expositiva dos conceitos, dinâmicas de grupo e simulações com diálogos, troca de experiências e discussões de casos práticos, sempre com a utilização de recurso multimídia. Além de conhecimentos sobre Biossegurança, que consiste na segurança dos operadores, da autoclave, das pessoas ao redor, do patrimônio e do meio ambiente.

Escolha Seu Plano

100% Presencial

40 Horas

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

24 hs EAD / 16 hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso Autoclave

Noções de grandezas físicas e unidades de Pressão;
Pressão atmosférica;
Pressão interna de um vaso;
Pressão manométrica, pressão relativa e pressão absoluta;
Unidades de pressão;
Calor e temperatura;
Noções gerais: o que é calor, o que é temperatura;
Modos de transferência de calor;
Calor específico e calor sensível;
Transferência de calor a temperatura constante;
Vapor saturado e vapor superaquecido;
Equipamentos de processo e operação;
O que é e como funciona autoclave;
Peças e componentes Autoclave;
Manutenção autoclave;
Caldeiras e geradores de vapor Esterilização e Manutenção;
A esterilização usando vapor;
Emergência  e tempo de esterilização;
Métodos de qualidade e esterilização;
Manutenção preventivo, legislação normas de segurança aplicáveis;
Disposições gerais, autoclaves de registro e caldeiras;
Termos de instalação de equipamentos que utilizam vapor;
Acessórios de observação, de segurança e de controle automático;
Testes de segurança;
Operadores de caldeiras e autoclaves;
Fiscalização e sanções;
Eletricidade;
Instrumentação;
Procedimentos de emergência;
Descarte de produtos químicos e preservação do meio ambiente;
Avaliação e controle de riscos inerentes ao processo;
Prevenção contra deterioração, explosão e outros riscos;
Biossegurança;
Primeiros socorros;

Complementos:
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho;
Riscos ergonômicos;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas:
NR 13 – Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulação;
NR 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;

O curso será elaborado conforme atividade exercida e complexidade da unidade.
Descreva o Cenário da atividade exercida e informe Pressão de Trabalho _______, Volume_______, temperatura_______.
Para qual finalidade é utilizado a Autoclave?
Qual produto é colocado dentro da Autoclave?
Periculosidade: Grupo 01 e 02 é necessário estágio.

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial
Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EAD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica.veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso de Autoclave

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Renovação (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.
NR 13 ANEXO I item A1. 7 Deve ser realizada capacitação para reciclagem dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com a  operação das instalações sempre que nelas ocorrerem modificações significativas na operação de equipamentos  pressurizados ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba mais: Processo de Esterilização
A vasta experiência adquirida ao longo dos anos tem demonstrado que todos os métodos disponíveis de esterilização são confiáveis se o profissional dispuser de bons equipamentos e técnicas corretas para seu uso.


Entretanto, trabalhos científicos demonstram que o mais confiável dos métodos de esterilização, ou seja, aquele que menos falhas apresenta em seus múltiplos ciclos de esterilização é a autoclave.

O princípio de operação de uma autoclave é governada pela Lei de Boyle, a qual relaciona pressão, temperatura e volume. Na autoclave de vapor saturado de água, a função esterilizante é baseada, principalmente, na perfeita distribuição do calor propiciado pelo vapor que transmite o calor a todo o material a ser esterilizado na câmara de forma efetiva.

A principal razão pela qual a esterilização com vapor saturado sob pressão é eficiente para todo material, quer líquido quer sólido, é que estes materiais recebem de uma forma rápida grande quantidade de caloria, propiciada pelo vapor saturado à alta temperatura em virtude de grande pressão (Lei de Boyle).

A pressão em si não contribui para o processo de esterilização. O processo ocorre mesmo em virtude de vapor ser ótimo para transmitir calor aos materiais que estiverem dentro da câmara de esterilização. Assim, um processo de esterilização em uma autoclave pode ser ineficiente se dentro desta permanecerem bolsas ou áreas com ar, que não transmite o calor de forma eficiente. Na esterilização com autoclave, um passo importantíssimo é a remoção de todo o ar da câmara de esterilização.
Sempre que o vapor entra em contato com algum instrumental mais frio, ele se condensa cedendo toda sua caloria ao material que provocará seu aquecimento de imediato.

Esta ação é contínua até atingir o balanço térmico, quando cessará a troca de calor.

Na câmara, teremos um ambiente homogêneo, não haverá superaquecimento. Todo ar é removido automaticamente, ficando somente o vapor saturado à 121ºC, 127ºC, 131ºC, 134ºC, de acordo com o ciclo.
“Fonte: Instruções de Uso AUTOCLAVES ODONTOLÓGICAS”

Curso de Autoclave: Consulte-nos.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos