Curso de Empilhadeira, Treinamento NR 11 Empilhadeira, Reciclagem de Empilhadeira, Como fazer Treinamento de Empilhadeira, O que é Empilhadeira? Aonde fazer Curso de Empilhadeira, Porque fazer Curso de Empilhadeira?,

Treinamento de Empilhadeira

Curso de Empilhadeira

Curso Capacitação NR 11 Segurança na Operação de Empilhadeira - 16 HORAS

Cód: 9462

Curso de Empilhadeira

O Curso de Empilhadeira tem como objetivo de fornecer conhecimentos técnicos sobre transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais com uso de empilhadeira elétrica, empilhadeira a GLP ou empilhadeira a diesel conforme preconiza a NR 11, logicamente que cada tipo de empilhadeira é um treinamento a ser ministrado conforme o Manual de Instruções de cada Máquina ou Equipamento.
O que é Empilhadeira? Veículo industrial que movimenta o transporte de volumes de cargas. As empilhadeiras mais usadas são:  elétricas e as de combustão (GLP e Diesel)

 

Escolha Seu Plano

100% Presencial

40 Horas

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

32 hs EAD / 08 hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso de Empilhadeira

Conscientização da Importância do Manual de Instrução da Empilhadeira;
Perfil e responsabilidades do Operador;
Manobras/ Ponto de Equilíbrio;
Centro de Carga: Capacidade;
Incidentes, acidentes, causa e consequências;
A importância do PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos);
Carregadores, baterias, recargas, instalação e cuidados;
Componentes mecânicos, hidráulicos elétricos e alimentação;
Checklist diário, manutenção preventiva e corretiva;
Exercícios evolutivos práticos: Direção, Empilhamento e Deslocamento com o equipamento;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho (levantamento de peso, postura);
Riscos ergonômicos;

Complementos:
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas: 
NR 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;
NR 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais;
NR 06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI;
NR 17 – Ergonomia;
NR 35 – Trabalho em Altura;

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial
Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso de Empilhadeira

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Renovação (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba Mais sobre o Curso de Empilhadeira:
Prescrições Para Utilização de Empilhadeira. 
Habilitação do operador: Por motivo de segurança a empilhadeira só pode ser utilizada por pessoal suficientemente treinado na sua função e que tenha demonstrado ao supervisor responsável a sua aptidão para a condução do mesmo e obtiver aptidão nos exames clínicos de acordo com o médico. Direitos, deveres e regras de comportamento do condutor: O condutor deve ter sido instruído sobre os seus direitos e deveres, assim como sobre a utilização do veículo, pelo que tem de conhecer o conteúdo deste manual de instruções. Os direitos exigidos devem lhe ser garantidos. Proibido a utilização por parte de pessoal não autorizado: O condutor é responsável pelo veículo durante o tempo em que o estiver a utilizar. Ele tem de impedir a sua utilização ou manuseio por parte de pessoas não autorizadas. É proibido transportar ou elevar pessoas. Defeito e Avarias: Os defeitos e avarias da empilhadeira devem ser imediatamente comunicados ao pessoal responsável para os devidos reparos dos defeitos ou avarias. As empilhadeiras que não apresentem condições de segurança (por exemplo, pneus gastos ou freios defeituosos) não devem ser utilizadas até que sejam convenientemente reparadas.
Reparações: Os condutores que não tenham recebido formação especial e autorização expressa, não podem proceder a nenhuma reparação ou modificação do veículo.É absolutamente proibido desligar, desativar ou alterar a regulação de interruptores e dispositivos de segurança. Zona de perigo: A zona de perigo é aquela em que pessoas ou bens estejam em risco por causa dos movimentos de marcha ou de elevação do veículo, dos seus elementos de recolha de carga (por exemplo, garfos ou outros acessórios) ou da própria carga. Pertence à zona de perigo o perímetro onde exista a possibilidade de cair carga ou onde seja possível o movimento descendente ou a queda de algum dispositivo de trabalho. Obs.: As pessoas estranhas devem ser afastadas da zona de perigo. Quando existir risco para pessoas, deverá ser a tempo acionado um sinal de aviso (buzina). Se, apesar da solicitação de abandono, houver quem permaneça na zona de perigo, o veículo deve ser imediatamente parado.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos