Curso de Direção Defensiva Motocicletas, Aonde encontro para cursar, Porque preciso fazer, Como fazer o curso, Para que fazer, Qual o objetivo do curso?, Busco curso de Direção defensiva, Curso de Direção Defensiva,

Curso Direção Defensiva Motocicletas imagem

Curso de Direção Defensiva – Motocicletas

Nome Técnico: Curso de Capacitação Direção Defensiva - Motocicletas

Cód: 15268

O Curso de Direção Defensiva – Motociclistas utiliza técnicas avançadas de pilotagem segura, é voltado para motociclistas já habilitados que possuem os mais variados tipos de motos e scooteres.
Curso prático com explanação teórica que é feito junto a moto do condutor, seguida de exercícios de assimilação.
O curso tem como base nas normas de trânsito brasileira e do Departamento de Trânsito para segurança de todos envolvidos.

O que é Direção Defensiva? Trata -se de  pilotagem segura, direcionada para  condutores de motocicletas, gestores de frota,  técnicos de segurança, mecânicos, colaboradores que usam a moto para trajeto, seus líderes e pessoas que lidam com a motocicleta diariamente.

Escolha Seu Plano

100% Presencial

16 Horas - Com Experiência

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Semipresencial/Reciclagem

32hs EAD / 08hs Presenciais

Nossa Sede ou In Company DDD 11

Outros Locais Consultar

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

EAD (Ensino a Distância)

40 Horas - Com Experiência

Totalmente Online

Imperdível!

R$ 
Consultar

Por Pessoa/Turma (PagSeguro)

Preços Especiais

para Empresas/Turmas

Consulte

Conteúdo Programático

Curso de Direção Defensiva – Motocicletas:

Exercícios práticos e teóricos;
Point com o material escolhido;
Exercícios práticos com motocicletas com foco em alcançar os objetivos de melhora da pilotagem de cada condutor;
Dicas de como melhorar a condução da moto;
Relatório com acerto e erros cometido por cada condutor;
Atenção especial para condutores que tenham pilotagem abaixo das expectativas;
Guia pilotos na preparação para andar com segurança;
Desenvolver estratégias de rua efetivas;
Licenciamento aprimorado, juntamente com alta educação do motorista de moto de qualidade e maior conscientização pública;

Complementos
Prevenção de acidentes;
Procedimentos e noções de primeiros socorros;
Exercícios práticos;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Consequências da Habituação do risco;
A importância do conhecimento da tarefa;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de posto de trabalho;
Riscos ergonômicos;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação;

Referências Normativas aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
Código de Trânsito Brasileiro 9503
Protocolo 2015 Guidelines American Heart Association;
Portaria GM N.2048 – Política Nacional de Atenção as Urgências;

Atenção:
EAD Ensino a Distância, Presencial e Semipresencial

Base Legal – Norma Técnica 54 Ministério do Trabalho
RESPONSABILIDADES – Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implementação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação. É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica. Veja na íntegra Nota Técnica 54 do Ministério do Trabalho MT Clique Aqui

Carga Horária

Curso Direção Defensiva – Motocicletas

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Atualização (Reciclagem):É recomendável anualmente: ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Certificado:Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atenção
NR 12
12.1.16 Os equipamentos de guindar que receberem cestos acoplados para elevação de pessoas devem ser submetidos a ensaios e inspeções periódicas de forma a garantir seu bom funcionamento e sua integridade estrutural.
12.1.16.1 Devem ser realizados ensaios que comprovem a integridade estrutural, tais como ultrassom e/ou emissão acústica, conforme norma ABNT NBR 14768:2015.
12.3.17 É proibida a movimentação de cargas suspensas no gancho do equipamento de guindar simultaneamente à movimentação de pessoas dentro do cesto acoplado.

Rescue Cursos

Nossos Cursos são completos e dinâmicos

Reproduzir vídeo

Saiba mais sobre Curso de Direção Defensiva – Motocicletas:

A motocicleta é qualquer veículo a motor que tenha um assunto ou sela para o uso do cavaleiro e projetado para viajar não mais de três rodas em contato com o solo, incluindo Qualquer bicicleta com um motor ou roda motriz anexada.
Numa revisão, deve-se solicitar uma ampla verificação. Os principais itens a serem verificados são os seguintes: limpeza de carburador ou injeção, conforme o caso; limpeza ou substituição das velas; regulagem de válvulas; limpeza, ajuste e lubrificação da corrente de transmissão, ou checagem do óleo para as que possuem eixo cardã; ajuste e lubrificação dos cabos de comandos (embreagem, acelerador, freio, afogador); verificação dos rolamentos das rodas e da coluna de direção; verificação da parte elétrica, checando se não há nenhuma lâmpada queimada; verificação dos fluídos (radiador, freio, bateria); limpeza ou substituição dos filtros (óleo, ar, combustível);
A simples troca de óleo e filtro não pode ser considerada uma revisão. É obrigação elementar de qualquer motociclista efetuar estas trocas na periodicidade recomendada no manual da moto. A quilometragem para a troca de óleo normalmente varia entre 1.500 e 3.000 km, dependendo da marca, do modelo, e até do tipo de utilização da moto. A substituição do elemento do filtro de óleo deve ocorrer a cada duas trocas de óleo. O óleo é o elemento que mais contribui para a “saúde” do motor.
ação do estado das pastilhas ou lonas de freio; verificação do desgaste dos pneus, etc.
Se o fabricante indicar que atende aos padrões de segurança para uma motocicleta no certificado de origem e é projetada para ser operada em formas públicas.
Um trator ou um veículo a motor projetado para o transporte de tacos de golfe e não mais de quatro pessoas, um caminhão industrial de três rodas ou uma bicicleta motorizada não são considerados motocicletas.
Estando a manutenção da sua motocicleta sempre “em dia”, será pouco provável que ela apresente problemas repentinamente e você se depare com situações de risco no meio do trânsito, rodovias ou lugares inóspitos durante as viagens. E, de quebra, ainda a valoriza.
Todo motociclista consciente preocupa-se com a manutenção de sua moto. Mesmo que ela não esteja apresentando nenhum problema aparente, ainda assim, é muito importante que se façam as chamadas “manutenções preventivas”. Estas revisões são importantes para que a motocicleta – que está aparentemente boa – continue realmente boa e não apresente problemas. Geralmente, recomenda-se efetuar as revisões a cada 5.000, 10.000 ou 15.000 km, dependendo do fabricante, modelo, frequência e tipo de utilização.
Manter a motocicleta em bom estado de conservação é um dos itens que formam a pilotagem defensiva. Só para dar um exemplo, não é nada seguro você ficar com sua moto parada no meio do trânsito (devido a uma pane repentina) em meio a veículos que passam em alta velocidade. O risco de algum motorista não o ver (a tempo) ou não poder desviar é grande. Isto poderia ocorrer, por exemplo, se sua moto apagar ou começar a falhar quando da abertura do sinal. Os veículos que vêm atrás podem dar “de cara” com você parado bem no meio da avenida.

Importante, aos dispositivos aplicáveis :
Quando se tratar de Máquinas e Equipamentos de Elevação é obrigatório, imediatamente antes da movimentação, a realização de:
01 – Elaboração da Análise Preliminar e Risco -APR
02 – Permissão de Trabalho (PT)
03 – Checar EPIs e EPCs
04 – Verificar o Manual de Instrução do Equipamento;
04 – Verificar o Laudo de Inspeção Técnica do Equipamento e dos Pontos de Ancoragem com ART
05 –  Manter Equipe de Resgate equipada;
06 – Reunião de segurança sobre a operação com os envolvidos, contemplando as atividades que serão desenvolvidas, o  processo de trabalho, os riscos e as medidas de proteção, conforme análise de risco, consignado num documento a ser arquivado contendo o nome legível e assinatura dos participantes;
a) Inspeção visual;
b) Checagem do funcionamento do rádio;
c) Confirmação de que os sinais são conhecidos de todos os envolvidos na operação.
07- A reunião de segurança deve instruir toda a equipe de trabalho, dentre outros envolvidos na operação, no mínimo, sobre os seguintes perigos:
a) Impacto com estruturas externas;
b) Movimento inesperado;
c) Queda de altura;
i) Outros específicos associados com o içamento.
08 – A equipe de trabalho é formada pelo(s) ocupante(s) do cesto, operador do equipamento, sinaleiro designado e supervisor da operação.
09 – A equipe de Resgate equipada deve permanecer a tempo de resposta dentro dos padrões  de  zero a 10 minutos.

Código de Trânsito Brasileiro preconiza: 
“Art. 169. Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança: Infração – leve; Penalidade – multa.”.
Prenúncio: o motorista, deve prever algumas situações que podem vir a ocorrer no trânsito, estar atento. A previsão deverá ser exercida em um raio que será proporcional à velocidade permitida na via e atual do veículo, pois assim será possível uma tomada de decisão acertada e em tempo de evitar-se um acidente.

Sobre o tópico o Código de Trânsito:
“Art. 31. O condutor que tenha o propósito de ultrapassar um veículo de transporte coletivo que esteja parado, efetuando embarque ou desembarque de passageiros, deverá reduzir a velocidade, dirigindo com atenção redobrada ou parar o veículo com vistas à segurança dos pedestres.”.
Propósito: numa eventual situação de perigo o motorista deve estar apto a tomar uma decisão que dependerá dos atributos anteriores. A prática da direção defensiva permite que esta decisão evite ou diminuía enormemente os danos de um acidente.
Habilidade: este último atributo tem relação com a perícia do condutor. A perícia vem com a prática, com a experiência, o que não quer dizer que motoristas habilidosos devem ser imprudentes, pelo contrário, estes são exímios motoristas exatamente por tomarem sempre uma postura defensiva no trânsito e respeitarem a legislação e a vida.

Esses elementos trarão segurança ao motorista e ao trânsito como um todo.
“O Art. 29, incisos X e XI, aponta alguns dos deveres de atenção, previsão e decisão dos condutores em sua pilotagem no que diz respeito as ultrapassagens (momento em que ocorrem grande parte dos acidentes).”
E não deve existir tolerância sobre quem coloca em risco propositalmente a vida dos cidadãos no trânsito. Como exemplo, houve mudança da legislação de trânsito (CTB) que em 2014 agravou a pena para quem pratica corrida de rua:
“Art. 174. Promover, na via, competição, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via: Infração – gravíssima; Penalidade – multa (dez vezes), suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo;”.

Conclui-se que grande parte dos acidentes automobilísticos seriam evitados se os motoristas praticassem direção defensiva. Direção consciente, com respeito às normas de trânsito, o que implica no conhecimento das mesmas, e cuidado pela proteção da vida são os fundamentos de trânsito seguro.

Atualize seu conhecimento!

Os Melhores Cursos e Treinamentos