Curso Caminhão Truck NR-11

Nome Técnico: Curso Capacitação NR-11 Segurança e Saúde na Operação de Caminhão Truck

Referência: 16410

Ministramos Cursos e Treinamentos; Realizamos Traduções e Interpretações em Idioma Técnico: Português, Inglês, Espanhol, Mandarim, Alemão, Hindi, Japonês, Árabe e outros consultar

Curso Caminhão Truck NR 11
O Curso Caminhão Truck NR 11 visa capacitar o profissional na área de transporte e movimentação de materiais, com o objetivo de fornecer instruções e procedimentos para operar o caminhão truck com segurança e eficiência, de forma a evitar acidentes e preservar as boas condições do equipamento.

O que é Caminhão Truck?
Caminhão Truck é o veículo que possui eixo duplo na carroceria, com objetivo de poder carregar maior carga e proporcionar melhor desempenho ao veículo.
É conhecido também como caminhão 6×2.
Possui capacidade de 10 a 14 toneladas e aproximadamente 14 metros de comprimento.

Por Turma/Pessoas

À Vista: R$ 1.490,00
ou 10x R$ 182,80

Compre Aqui

Por Turma/Pessoas

À Vista: R$ 2.482,00
ou 10x R$ 304,51

Compre Aqui

Por Turma/Pessoas

À Vista: R$ 2.591,00
ou 10x R$ 317,88

Compre Aqui

Por Turma/Pessoas

À Vista: R$ 2.633,00
ou 10x R$ 323,03

Compre Aqui

Por Turma/Pessoas

À Vista: R$ Consulte.
ou 10x R$ Consulte.

Compre Aqui Consulte outras localidades

Não perca tempo, solicite uma proposta agora mesmo!

Curso Caminhão Truck NR-11

Conceitos;
Proteção ambiental;
Controle de Poluição sonora;
Legislação de Segurança e Medicina do Trabalho;
Inspeção visual dos principais componentes do caminhão truck;
Travas, chaves e controles remotos;
Ativação do imobilizador do motor e desativação do imobilizador do motor;
Comandos do sistema de climatização;
Como é realizada a Manutenção do Equipamento;
Combustível e reabastecimento;
Freios e capacidade de carga;
Emergência na estrada;
Rodas e pneus;
Reboque e semirreboque;
Correção dos vícios operacionais;
Segurança no manuseio do equipamento;
Prevenção de Acidentes + Primeiros Socorros.

Obrigações Do Empregador – ART. 157 – CLT – NR-1
Cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho; Elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos empregados por comunicados, cartazes ou meios eletrônicos; Informar aos trabalhadores:
01 – Os riscos profissionais que possam originar-se nos locais de trabalho;
02 – Os meios para prevenir e limitar tais riscos e as medidas adotadas pela empresa;
03 – Os resultados dos exames médicos e de exames complementares de diagnóstico aos quais os próprios trabalhadores forem submetidos;
04 – Os resultados das avaliações ambientais realizadas nos locais de trabalho;
05 – Permitir que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho;

Obrigações Do Empregado – ART. 158 – CLT – NR-1
a) cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde do trabalho, inclusive as ordens de serviço expedidas pelo empregador;
b) usar o EPI fornecido pelo empregador;
c) submeter-se aos exames médicos previstos nas Normas Regulamentadoras – NR;
d) colaborar com a empresa na aplicação das Normas Regulamentadoras – NR;

Complementos para Máquinas e Equipamentos quando for o caso:
Conscientização da Importância:
Manual de Instrução de Operação da Máquina ou Equipamento;
Plano de Inspeção e Manutenção da Máquina ou Equipamento seguindo a NR 12;
Relatório Técnico com ART da Máquina ou Equipamento conforme NR 12;
Teste de Carga (com ART) conforme NR 12;
END (Ensaios Não Destrutivos) conforme NR 12;
Ensaios Elétricos NR 10;
Tagueamento de Máquinas e Equipamentos;
RETROFIT – Processo de Modernização;
Checklist Diário;
Manutenções pontuais ou cíclicas.

Complementos da Atividade:
Conscientização da Importância:
APR (Análise Preliminar de Riscos);
PAE (Plano de Ação de Emergência;
PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos);
Compreensão da necessidade da Equipe de Resgate;
A Importância do conhecimento da tarefa;
Prevenção de acidentes e noções de primeiros socorros;
Proteção contra incêndios;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Como descobrir o jeito mais rápido e fácil para desenvolver Habilidades;
Como controlar a mente enquanto trabalha;
Como administrar e gerenciar o tempo de trabalho;
Porque equilibrar a energia durante a atividade afim de obter produtividade;
Consequências da Habituação do Risco;
Causas de acidente de trabalho;
Noções sobre Árvore de Causas;
Noções sobre Árvore de Falhas;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de Posto de Trabalho;
Riscos Ergonômicos;
Padrão de Comunicação e Perigo (HCS (Hazard Communiccation Standard) – OSHA;

Exercícios Práticos:
Registro das Evidências;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação.

Curso Caminhão Truck NR-11

Curso Caminhão Truck NR-11

Referências Normativas quando for o caso aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:
NR 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais;
ABNT NBR 6743:2014 Implementos rodoviários – Caminhões, caminhões-tratores e ônibus – Adaptação para instalação de eixo veicular auxiliar
ABNT NBR 7500 Identificação para o transporte terrestre, manuseio, movimentação e armazenamento de produtos;

ABNT NBR 9735 – Conjunto de equipamentos para emergências no transporte terrestre de produtos perigosos;
Protocolo 2015 – Guidelines American Heart Association;
OIT 161 – Serviços de Saúde do Trabalho;
ISO 45001 – Sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacional – Requisitos com orientação para uso;
Nota: Este Serviço atende exclusivamente as exigências da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho (SEPRT); quando se tratar de atendimento a outros Órgãos, informe no ato da solicitação.

CBO 782510 – Motorista de caminhão (rotas regionais e internacionais)

TRANSPORTAR CARGAS
Transportar produtos envasados em caminhão baú, carroceria convencional e sider; Transportar grãos em caminhões graneleiros; Transportar líquidos em caminhão-tanque; Transportar alimentos perecíveis em caminhões frigoríficos; Transportar carga resfriada em baú isotérmico; Transportar cargas vivas em gaiola; Transportar carga dimensionada em veículos especiais; Transportar contêiner em porta-contêineres; Transportar produtos minerais em caçamba; Transportar veículo em carreta com rampa hidráulica; Transportar concreto em caminhão betoneira; Transportar carga excedente em veículo específico; Coletar mercadorias; Entregar mercadorias; Transportar carga extra pesada, em caminhão bi-articulado; Transportar veículos e máquinas pesadas em veículo-prancha; Selecionar veículo por tipo de carga.

REALIZAR INSPEÇÕES E REPAROS NO VEÍCULO
Inspecionar água e óleo; Inspecionar pneus; Inspecionar ferramentas obrigatórias; Inspecionar parte mecânica; Identificar ruídos estranhos do veículo; Inspecionar parte elétrica; Inspecionar a lataria; Realizar manutenção preventiva; Realizar pequenos reparos no veículo; Realizar manutenção corretiva; Verificar limite máximo de carga do veículo; Anotar informações no diário de bordo; Montar relatório de avarias no veículo.

VERIFICAR DOCUMENTOS DO VEÍCULO E DA CARGA
Conferir a carga com a nota fiscal; Conferir manifesto; Conferir quantidade de carga; Conferir peso e volume da carga; Conferir roteiro; Verificar certificados de vacina dos animais; Identificar tipos de produtos a serem carregados (combustível); Conferir ponto de carga na base (combustível); Conferir lacre; Conferir ponto de descarga de inflamável; Identificar códigos de transportes classificados pela organização das nações unidas (onu); Verificar ficha de emergência de movimentação de cargas perigosas (mop) junto à nota fiscal.

VISTORIAR CARGAS TRANSPORTADAS
Posicionar carga de acordo com ordem de entrega; Arrumar carga de acordo com o peso; Distribuir peso da carga entre eixos; Identificar avarias na mercadoria; Carregar veículo com peso limite estabelecido; Examinar acondicionamento da carga; Enlonar carga; Amarrar carga; Conferir a posição dos animais na gaiola; Contar cabeças de animais; Verificar vazamentos de carga; Conferir mercadorias; Preservar integridade da carga; Manusear carga com segurança; Movimentar cargas perigosas.

DEFINIR ROTAS
Planejar itinerário; Propor itinerários; Gerenciar autonomia do veículo; Definir pontos de abastecimento; Definir tempo de permanência na direção do veículo; Informar-se sobre acidentes geográficos e topográficos do destino; Orientar-se em relação a acidentes geográficos e topográficos do destino; Pesquisar itinerários; Medir altura da carga; Identificar irregularidades na superfície.

COMUNICAR-SE EM TEMPO REAL
Comunicar a saída à central; Enviar mensagem de desvio de rota à central; Comunicar a chegada e saída do cliente à central; Comunicar-se por rádio; Comunicar-se via satélite (sistema gps); Comunicar a chegada à central.

TRABALHAR COM SEGURANÇA
Posicionar veículo para carga e descarga; Acionar sistema hidráulico da cegonheira, com pinos de segurança; Posicionar o caminhão no embarcadouro de animais; Observar posicionamento de carga suspensa; Isolar área de descarga, com cones; Evitar o raio de ação de empilhadeiras; Posicionar-se adequadamente para operação de remoção; Utilizar luvas, botas, lanternas e coletes refletivos; Identificar altura, comprimento e largura do veículo; Operar equipamentos de combate a incêndio; Podar galhos de árvores sobre a faixa de rolamento (cegonheiro); Travar locks de contêiner.

PRESTAR SOCORRO
Obter informações precisas sobre o local do acidente; Sinalizar local de acidente; Acionar o apoio da polícia militar rodoviária; Acionar empresa de transbordo de cargas perigosas; Verificar cabos de aço; Contactar seguradora.

OPERAR EQUIPAMENTOS
Operar rampa hidráulica (cegonheira); Operar sistema bottom load; Operar veículo com plataforma e moto-serra; Manusear alavanca de compressão da betoneira; Controlar tempo de descarga do concreto; Acionar concomitantemente registro dágua e alavanca de compressão; Controlar velocidade de batimento do balão; Controlar descarga do concreto; Operar caminhão bomba de lança e arrasto; Operar empilhadeira com funções múltiplas; Operar caminhão-pipa.

MOVIMENTAR CARGAS VOLUMOSAS E PESADAS
Manusear cargas por meio de empilhadeira; Definir ponto de equilíbrio da carga; Elevar cargas; Centralizar cargas; Dimensionar peso da carga; Distribuir o peso em partes iguais.

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS
Desenvolver dirigibilidade para carga viva; Demonstrar coerência; Manter-se atualizado sobre a legislação de trânsito; Cumprir leis de trânsito; Tomar cuidados especiais com carga viva transportada; Respeitar os limites da sua força física; Propor mudanças operacionais; Trajar-se adequadamente; Demonstrar capacidade de resistência física; Demonstrar determinação; Ter consciência dos limites da máquina; Participar de treinamentos; Dominar noções básicas de mecânica; Dominar noções básicas de primeiros socorros; Dominar noções básicas de condução econômica; Prestar serviços com qualidade; Demonstrar rapidez de reflexos; Demonstrar senso de responsabilidade; Dominar funcionamento da máquina.

Curso Caminhão Truck NR-11

Curso Caminhão Truck NR -11:

Participantes sem experiência:
Carga horária mínima = 40 horas/aula

Participantes com experiência:
Carga horária mínima = 16 horas/aula

Atualização (Reciclagem):
Carga horária mínima = 08 horas/aula

Atualização (Reciclagem): O empregador deve realizar treinamento periódico Anualmente  e sempre que ocorrer quaisquer das seguintes situações:
a) mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho;
b) evento que indique a necessidade de novo treinamento;
c) retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa dias;
d) mudança de empresa;
e) Troca de máquina ou equipamento.
NR 18.14.2.1 Os operadores devem ter ensino fundamental completo e devem receber qualificação e treinamento específico no equipamento, com carga horária mínima de dezesseis horas e atualização anual com carga horária mínima de quatro horas.

Curso Caminhão Truck NR-11

Curso Caminhão Truck NR-11

Obrigações Do Empregador – ART. 157 – CLT – NR-1
Cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho; Elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos empregados por comunicados, cartazes ou meios eletrônicos; Informar aos trabalhadores:
01 – Os riscos profissionais que possam originar-se nos locais de trabalho;
02 – Os meios para prevenir e limitar tais riscos e as medidas adotadas pela empresa;
03 – Os resultados dos exames médicos e de exames complementares de diagnóstico aos quais os próprios trabalhadores forem submetidos;
04 – Os resultados das avaliações ambientais realizadas nos locais de trabalho;
05 – Permitir que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho;

Obrigações Do Empregado – ART. 158 – CLT – NR-1
a) cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde do trabalho, inclusive as ordens de serviço expedidas pelo empregador;
b) usar o EPI fornecido pelo empregador;
c) submeter-se aos exames médicos previstos nas Normas Regulamentadoras – NR;
d) colaborar com a empresa na aplicação das Normas Regulamentadoras – NR;

Atenção: O Curso ensina a Aplicar os conceitos normativos da norma, o que habilita a assinar Projetos, Laudos, Perícias etc.  são as atribuições que o (a) Profissional Legalmente  Habilitado possui junto aos seu Conselho de Classe a exemplo o CREA.
Este curso tem por objetivo o estudo de situações onde será necessário a aplicação de: Conceitos e Cálculos conforme Normas pertinentes e não substitui a análise e responsabilidade por parte de cada profissional credenciado junto ao CREA ou outros Conselhos de Classes nas mais variadas situações,  onde se torna impreterivelmente necessário respeitar as condições de conservação dos equipamentos, aferição periódica dos instrumentos, tal como o respeito de capacidade primária pré-determinada pelos fabricantes de EPI’s, entre outros embasados nas Normas correspondentes.

Certificado: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Critérios dos Certificados da Capacitação ou Atualização:
Nossos certificados são numerados e emitidos de acordo com as Normas Regulamentadoras e dispositivos aplicáveis:
Emissão da A.R.T. (Anotação de Responsabilidade Técnica);
Nome completo do funcionário e documento de identidade;
Conteúdo programático;
Carga horária; Cidade, local e data de realização do treinamento;
Nome, identificação, assinatura e qualificação do(s) instrutor(es);
Nome, identificação e assinatura do responsável técnico pela capacitação;
Nome e qualificação do nosso Profissional Habilitado;
Especificação do tipo de trabalho;
Espaço para assinatura do treinando;
Informação no Certificado que os participantes receberam e-book contendo material didático (Apostila, Vídeos, Normas etc.) apresentado no treinamento.
Evidências do Treinamento: Vídeo editado, fotos, documentações digitalizadas, melhoria contínua, parecer do instrutor: Consultar valores.

Entenda a relação entre Preço e Valor:
Executar uma tarefa tão estratégica como precificar um Serviço exige conhecimento sobre o mundo dos negócios.
Dois conceitos fundamentais para entender como precificar são as definições de Preço e Valor.
Valor é um conceito qualitativo, e está ligado ao potencial transformador daquele conteúdo.
Um curso tem mais valor quando ele agrega mais conhecimentos ao público-alvo. 
Preço é uma consequência do valor.
Por ser um conceito essencialmente quantitativo, ele é responsável por “traduzir” o valor em um número.
Portanto, quanto maior é o valor agregado ao conteúdo, maior será o preço justo.

Causas do Acidente Trabalho:
Falta de alerta do empregador;
Falta de cuidados do empregado;
Mesmo efetuando todos os Treinamentos e Laudos obrigatórios de Segurança e Saúde do Trabalho em caso de acidente de trabalho o empregador estará sujeito a Processos tipo:
Inquérito Policial – Polícia Civil;
Perícia através Instituto Criminalista;
Procedimento de Apuração junto Delegacia Regional do Trabalho;
Inquérito Civil Público perante o Ministério Público do trabalho para verificação se os demais trabalhadores não estão correndo perigo;
O INSS questionará a causa do acidente que poderia ser evitado e se negar a efetuar o pagamento do benefício ao empregado;
Familiares poderão ingressar com Processo na Justiça do Trabalho pleiteando danos Morais, Materiais, Luxação, etc.;
Tsunami Processuais obrigando o Empregador a gerar Estratégia de Defesas mesmo estando certo;
Apesar da Lei da Delegação Trabalhista não prever que se aplica a “culpa en vigilando”, mas, apenas a responsabilidade de entregar o equipamento, porém vale frisar que o Empregador também fica responsável em vigiar;
Quando ocorre um acidente além de destruir todo o “bom humor” das relações entre os empregados ou também o gravíssimo problema de se defender de uma série de procedimento ao mesmo tempo, então vale a pena investir nesta prevenção;
O Empregado não pode exercer atividades expostas a riscos que possam comprometer sua segurança e saúde, sendo assim o Empregador poderá responder nas esferas criminal e civil.

LEI Nº 5.194, DE 24 DEZ 1966 – CONFEA:
“Seção III
Exercício Ilegal da Profissão
Art. 6º – Exerce ilegalmente a profissão de engenheiro, arquiteto ou engenheiro-agrônomo:
a) a pessoa física ou jurídica que realizar atos ou prestar serviços, públicos ou privados, reservados aos profissionais de que trata esta Lei e que não possua registro nos Conselhos Regionais:
b) o profissional que se incumbir de atividades estranhas às atribuições discriminadas em seu registro;
c) o profissional que emprestar seu nome a pessoas, firmas, organizações ou empresas executoras de obras e serviços sem sua real participação nos trabalhos delas;
d) o profissional que, suspenso de seu exercício, continue em atividade;
e) a firma, organização ou sociedade que, na qualidade de pessoa jurídica, exercer atribuições reservadas aos profissionais da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia, com infringência do disposto no parágrafo único do Art. 8º desta Lei.”

Curso Caminhão Truck NR-11

Saiba Mais: Curso Caminhão Truck NR-11:

Quando o veículo tem dois eixos, um eixo é adicionado atrás do eixo motriz, isto é, o eixo que sai diretamente do motor (sempre o traseiro). O terceiro eixo serve para melhorar a estabilidade do caminhão e suportar mais carga, e não receberá qualquer força motriz do motor.
Também chamado de caminhão 6×2
Tem uma capacidade entre 10 a 14 toneladas, um peso bruto máximo de 23 toneladas, e comprimento de 14 metros.
Um grande número de componentes eletrônicos do seu veículo contém módulos de armazenamento de dados que armazenam dados técnicos sobre a condição do veículo, eventos e erros de forma permanente ou temporária.
Em geral, essas informações técnicas documentam a condição das peças, dos módulos, dos sistemas ou do ambiente:  Condições de operação dos componentes do sistema (por exemplo, níveis de abastecimento); mau funcionamento e defeitos em componentes importantes do sistema (por exemplo, sistema de freios e de iluminação); Reações do veículo em situações de condução particulares; Condições ambientais (por exemplo, temperatura).
Curso Capacitação NR 11 Segurança na Operação de Caminhão Truck:
Esses dados são exclusivamente técnicos e ajudam na identificação e na correção de erros, bem como na otimização das funções do veículo. Perfis de movimento que indicam rotas percorridas não podem ser criados com esses dados.
Se serviços forem utilizados (por exemplo, trabalhos de reparo, processos de serviço, casos de garantia, garantia de qualidade), os funcionários da rede de serviços (incluindo fabricantes) estarão prontos para realizar a leitura das informações técnicas dos módulos de armazenamento de dados de erro e de evento usando dispositivos especiais de diagnóstico.
Se necessário, você receberá informações adicionais. Após um erro ser corrigido, esses dados serão excluídos do módulo de armazenamento de erro ou serão constantemente sobrescritos.
Ao usar o veículo, podem ocorrer situações nas quais esses dados técnicos relacionados a outras informações (relatório de acidente, danos ao veículo, declaração da testemunha, etc.) podem ser associados a uma pessoa específica, possivelmente, com a ajuda de um especialista.
Curso Caminhão Truck NR 11: Consulte-nos.

Curso Caminhão Truck NR-11

Promoção Relâmpago - Até 70% de desconto!

-70%
Curso Projeto de Linha de Vida

Curso Operador de Jateamento

R$3.383,00
R$1.990,00
-65%
Curso Projeto de Linha de Vida

Curso Projeto de Linha de Vida – Nivel Avançado

R$4.900,05
R$2.970,00
-60%
Curso Projeto Andaime Tubo Roll Multidirecional:

Curso Projeto Andaime Tubo Roll Multidirecional

R$6.384,00
R$3.990,00
-70%
Curso NR 10 Básico

Curso NR 10 Básico

R$833,00
R$490,00