Treinamento Emergência Vazamento de Amônia

      Comentários desativados em Treinamento Emergência Vazamento de Amônia

Treinamento Emergência Vazamento de Amônia

O objetivo do Treinamento Emergência Vazamento de Amônia é preparar colaboradores para saber os procedimentos corretos e seguros no caso de vazamento com Amônia, visando garantir a Saúde e Segurança de todos os envolvidos nos trabalhos envolvendo Amônia.

Curso Emergência Vazamento de Amônia

Treinamento Emergência Vazamento de Amônia

Conteúdo Programático: Treinamento Emergência Vazamento de Amônia
Histórico da Amônia (NH3);
Propriedades químicas da amônia;
Segurança em sistemas que utilizam Amônia;
Circuitos de refrigeração;
Componentes do sistema de refrigeração e suas funções;
Neutralização da Amônia;
Problemas usuais e suas soluções;
Válvulas de expansão;
Equipamentos de Proteção Individual;
Efeitos para a saúde;
Equipamentos de monitoramento para amônia;
Confinamento, contenção e controle de fugas;
Descontaminação em emergências;
Simulação de fugas;
Kit’s de Emergência Ambiental;
Equipamentos de emergências;
Sinalização de Segurança;
Avaliação do Cenário;
Combate à vazamentos;
Inspeções em áreas críticas;
Técnicas de contenção;
Primeiros socorros;

Referências Normativas:  Treinamento Emergência Vazamento de Amônia
Essas Normas determinam a elaboração de procedimentos para trabalhos em segurança nas atividades de refrigeração industrial com amônia.
NBR 16069:2015 Segurança em Sistemas Frigoríficos e suas atualizações.
NBR 11586: 2016 Solução de amônia – Determinação da densidade e do teor de NH3 (amônia) E suas atualizações.
NBR 11330:2014 Solução de amônia – Determinação do teor de resíduos após evaporação e calcinação – Método de ensaio. e suas atualizações.

Carga Horária: Treinamento Emergência Vazamento de Amônia
Capacitação – Carga horária mínima = 16 horas/aula
Atualização (Reciclagem) – Carga horária mínima = 08 horas/aula

Certificação: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Treinamento Emergência Vazamento de Amônia. Consulte-nos. 

Saiba mais sobre Curso Operação e Emergência com Amônia
6. Evitando falhas de componentes provocadas por pressões anormais

Os projetos dos componentes dos sistemas de refrigeração atuais incorporam fatores de segurança consideráveis sobre as pressões máxima de trabalho do sistema.
Contudo, todos os sistemas estão sujeitos a condições criadas por projeto, operação ou
manutenção que podem resultar em uma pressão excessiva no interior dos componentes
de um sistema contendo fluido refrigerante ou fluido secundário. Estas pressões liberam
energia estática e cinética podendo danificar evaporadores, válvulas, vasos de pressão
ou a tubulação, provocando vazamento de refrigerante que pode levar a possíveis perdas
nos produtos ou lesão de indivíduos.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
A seguir, algumas recomendações do IIAR Bulletin 107 – 1997: Guidelines for Suggested Safety and Operating Procedures when Making Refrigeration Plant Tie-Ins [16] para evitar falhas de componentes em grandes sistemas de refrigeração industrial que podem ser provocados por pressões anormais ou choques mecânicos.
As recomendações contidas neste capítulo se referem a sistemas que utilizam Amônia como fluido refrigerante. Contudo, os princípios envolvidos podem ser aplicados a grandes sistemas de refrigeração utilizando outro fluido refrigerante.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
6.1 Definições: Treinamento Emergência Vazamento de Amônia
Liquido enclausurado é o preenchimento completo do volume interno de um elemento de contenção pressurizado, tal como um vaso de pressão ou trecho de tubulação, com o liquido refrigerante.
Desaceleração Súbita do Líquido é uma rápida diminuição do escoamento do líquido em uma linha ou tubulação como resultado de um fechamento súbito de uma válvula. É também conhecido como choque hidráulico ou golpe de ariete.
Propulsão de líquido pelo vapor é o movimento de líquido refrigerante propulsionado ou propelido em alta velocidade por um fluxo de vapor a alta pressão nas linhas de gás quente e de sucção. É também conhecido como choque hidráulico, golpe de líquido ou “surge”.
6.2 Líquido enclausurado
Sempre que o volume interno de um elemento de contenção pressurizado ficar completamente preenchido com o líquido refrigerante, poderão ocorrer falhas se a temperatura do liquido enclausurado aumentar.
Um aumento da temperatura irá causar uma expansão do liquido refrigerante.
Como exemplo, o aumento de volume de Amônia líquida a -40oC é em torno de 1% para
cada incremento de 5oC na temperatura.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
6.2.1 Causas
Líquido enclausurado é muito freqüentemente causado pelo fechamento inadequado de válvula manuais que aprisionam líquido em um espaço confinado.
Isto comumente ocorre durante o procedimento de isolamento enquanto é efetuado
a manutenção em um componente da linha de líquido. Exemplos disto incluem o enclausuramento do líquido entre duas válvulas manuais ou entre uma válvula de
retenção e uma válvula manual de bloqueio.
A expansão térmica do refrigerante líquido enclausurado causa um aumento da pressão, provocando um aumento do volume ou até mesmo a ruptura do elemento de contenção, que pode perceptivelmente expandir antes da falha ocorrer.
6.2.2 Medidas preventivas: Treinamento Emergência Vazamento de Amônia
O ANSI/ASHRAE 15-2007 e a NBR 16069 (Item 9.4.3) estabelecem que “em um sistema onde as partes que contenham líquido e que este possa ficar enclausurado durante a operação ou manutenção e ainda sujeitas à pressão interna excessiva provocada, por exemplo, pela expansão decorrente do aumento da temperatura, deve ser utilizado um dispositivo de alívio de pressão hidrostática, para aliviar a pressão interna. A descarga do dispositivo de alívio de pressão deve ser para outra parte do sistema”.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
RECOMENDAÇÕES DE PROJETO PARA OPERAÇÃO SEGURA DE SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO POR AMÔNIA
Antes de efetuar qualquer serviço em uma válvula de controle ou outros componentes na linha de líquido, o líquido deverá ser removido de ambos os lados do dispositivo. Primeiramente, deve ser fechada a válvula manual de bloqueio no lado da entrada para remoção do líquido do componente e do lado à jusante (evacuado ou recolhido). Apenas depois é que se deve fechar a válvula da sucção ou do lado à jusante, isolando portanto o componente do sistema. A seguir são apresentadas algumas sugestões para prevenção da expansão térmica de líquido enclausurado:
• As válvulas de retenção na linha de líquido deverão ser instaladas no fluxo à jusante (no lado de saída) de válvulas solenóides. Válvulas de retenção na linha de líquido instaladas a montante terão problemas, pois a entrada das válvulas solenóides irá enclausurar o líquido quando a válvula solenóide for desenergizada.
• Não se deve fechar válvulas “King” (válvula principal de um vaso) de operação manual em recipientes de líquido durante uma queda do fornecimento de energia elétrica. Isto irá enclausurar o líquido entre a válvula “King” e as diversas válvulas solenóides da linha de líquido dos evaporadores. Caso for utilizada uma válvula “King” solenóide, ela irá se fechar em caso de falta de energia, porém esta permite fluxo reverso em caso de expansão, evitando assim o enclausuramento de líquido.

• As bombas de líquido deverão possuir na linha de descarga (recalque) uma válvula de alivio ou uma válvula reguladora de pressão, com alívio para a sucção da bomba (ou para o separador de líquido, no lado do vapor). O alívio deverá ser instalado à jusante da válvula de retenção da descarga da bomba para prevenir o enclausuramento do líquido quando todas as válvulas solenóides dos evaporadores forem fechadas. Qualquer válvula de bloqueio manual na linha de alivio deverá possuir um “cap” (ou possuir uma trava) e estar claramente  identificada com um aviso contra fechamento. Este trecho da tubulação deve estar equipado com um manômetro.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
• O conjunto de válvulas de controle para injeção gás quente de degelo automático nos evaporadores deve ser montado de tal forma que uma elevação de pressão anormal do líquido seja aliviada durante os ciclos de degelo ou em caso de perda de energia. Um dispositivo de alivio de pressão de degelo descarregando para a sucção ou outra pressão intermediaria é aceitável. Caso o alivio for para uma parte com pressão intermediaria, deve ser instalada uma válvula de retenção à jusante do dispositivo de alívio. Não se deve conectar a linha de alívio para uma  linha contendo líquido ou para linhas de alimentação de gás quente provocando
o fluxo reverso nas válvulas solenóides de gás quente ou reguladores de pressão de saída de gás quente.
Treinamento Emergência Vazamento de Amônia:
• Em caso de degelo simultâneo em dois ou mais evaporadores com um dispositivo de alívio de pressão de degelo, serão requeridas válvulas de retenção para evitar fluxo reverso no dispositivo de alívio, quando a pressão de saída do evaporador for maior que a pressão de evaporação.
Fonte: http://protocolodemontreal.org.br/eficiente/repositorio/publicacoes/579.pdf

Treinamento Emergência Vazamento de Amônia: Consulte-nos.