Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

      Nenhum comentário em Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

Em Atendimento  em conformidade da NR 15 ANEXO 8, NBR ISO 2631 e NBR ISO 5349.
O processo de emissão do laudo transcorre nas seguintes etapas :
1- TÓPICOS ESSENCIAIS DO LAUDO
Descrição do imóvel com classificação do seu estado de conservação em relação a:
Tipologia ;
Utilização;
Idade;
Padrão construtivo;
Detalhamento do Acabamento existente;
Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

Laudo de Vibração Ocupacional NR 15

2 –  PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO
Aparelho utilizado para medições: Equipamento portátil de vibração do corpo inteiro,  comumente denominado VIBRÔMETRO DIGITAL  (Medidor de Vibração Humana).
As medições são efetuadas no local onde permanece o trabalhador, à altura da região do corpo mais atingida.
A perícia, visando à comprovação ou não da exposição, deve tomar por base os limites de tolerância definidos pela Organização Internacional para a Normalização – ISO, em suas normas NBR ISO 2631 e NBR ISO 5349 ou suas substitutas.
Laudo de Vibração Ocupacional NR 15
3 – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO LAUDO
Critério adotado;
Instrumental utilizado;
Metodologia de avaliação;
Descrição das condições de trabalho e o tempo de exposição das vibrações;
Resultado da avaliação quantitativa;
Medidas para eliminação e/ou neutralização da insalubridade, quando houver;
Insalubridade, quando constatada, será de grau médio;
Laudo de Vibração Ocupacional NR 15
4 – DIAGNÓSTICO E GRAU DE RISCO
TRABALHO LEVE / GRAU DE RISCO : BAIXO
TRABALHO MODERADO / GRAU DE RISCO : MÉDIO
TRABALHO PESADO / GRAU DE RISCO : ALTO
Emissão de ART por PH – Certificado de Calibração dos equipamentos utilizados.
Laudo de Vibração Ocupacional NR 15
5 – PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS NO LAUDO
P.H.  Engenheiro de Segurança do Trabalho
Realizaremos uma avaliação quantitativa de:
Exposição às vibrações, localizadas ou de corpo inteiro, em pontos determinados pela contratante, conforme anexo nº 8, da NR-15, do MTE.

Laudo de Vibração Ocupacional

Laudo de Vibração Humana

Escopo do serviço: Laudo de Vibração Ocupacional NR 15
O Laudo Técnico de Vibração Ocupacional constará:
Critério adotado,
Instrumental utilizado,
Metodologia de avaliação,
Descrição das condições de trabalho e o tempo de exposição às vibrações,
Resultado da avaliação quantitativa e as possíveis medidas para eliminação e ou neutralização da insalubridade, quando houver.
Fundamentos Normativos: NR 15 , NBR ISO 2631 e NBR 5349.
Emissão de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica)

 

Validade do Laudo: É recomendável renovação anual ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização do Laudo.

Saiba mais sobre o Laudo de Vibração Ocupacional:
ANEXO N.º 8 VIBRAÇÃO

(Redação dada pela Portaria MTE n.º 1.297, de 13 de agosto de 2014)
Sumário:
1. Objetivos
2. Caracterização e classificação da insalubridade
1. Objetivos
1.1 Estabelecer critérios para caracterização da condição de trabalho insalubre decorrente da exposição às Vibrações de Mãos e Braços (VMB) e Vibrações de Corpo Inteiro (VCI).
1.2 Os procedimentos técnicos para a avaliação quantitativa das VCI e VMB são os estabelecidos nas Normas de Higiene Ocupacional da FUNDACENTRO.
2. Caracterização e classificação da insalubridade
2.1 Caracteriza-se a condição insalubre caso seja superado o limite de exposição ocupacional diária a VMB correspondente a um valor de aceleração resultante de exposição normalizada (aren) de 5 m/s2.
2.2 Caracteriza-se a condição insalubre caso sejam superados quaisquer dos limites de exposição ocupacional diária a VCI:
a) valor da aceleração resultante de exposição normalizada (aren) de 1,1 m/s2;
b) valor da dose de vibração resultante (VDVR) de 21,0 m/s1,75.
2.2.1 Para fins de caracterização da condição insalubre, o empregador deve comprovar a avaliação dos dois  parâmetros acima descritos.
2.3 As situações de exposição a VMB e VCI superiores aos limites de exposição ocupacional são caracterizadas como insalubres em grau médio.
2.4 A avaliação quantitativa deve ser representativa da exposição, abrangendo aspectos organizacionais e ambientais
que envolvam o trabalhador no exercício de suas funções.
2.5 A caracterização da exposição deve ser objeto de laudo técnico que contemple, no mínimo, os seguintes itens:
a) Objetivo e datas em que foram desenvolvidos os procedimentos;
b) Descrição e resultado da avaliação preliminar da exposição, realizada de acordo com o item 3 do Anexo 1 da NR-9 do MTE;
c) Metodologia e critérios empregados, inclusas a caracterização da exposição e representatividade da amostragem;
d) Instrumentais utilizados, bem como o registro dos certificados de calibração;
e) Dados obtidos e respectiva interpretação;
f) Circunstâncias específicas que envolveram a avaliação;
g) Descrição das medidas preventivas e corretivas eventualmente existentes e indicação das necessárias, bem como a comprovação de sua eficácia;
h) Conclusão
.
Laudo de Vibração Ocupacional NR 15> Consulte-nos.