Laudo de Cabine de Pintura

      Comentários desativados em Laudo de Cabine de Pintura

Laudo de Cabine de Pintura

Somos Credenciados junto ao C.R.E.A. Nossa equipe está legalmente habilitada para realizar Avaliação e Inspeção técnica conforme preconiza as normas regulamentadoras.

Escopo Laudo de Cabine de Pintura:
Verificação em conformidade com a NR 12 e NBR IEC 60079
a) Projeto, instalação, tipo, modelo e capacidade;
b) descrição da utilização prevista para a máquina ou equipamento;
c) indicação das medidas de segurança existentes;
d) instruções para utilização segura da máquina ou equipamento;
e) periodicidade e instruções quanto às inspeções e manutenção;
f) procedimentos a serem adotados em situações de emergência, quando aplicável.
g) condições de segurança do equipamento;
h) levantamento detalhado das características técnicas e avaliação;
i) levantamento detalhado operacional;
j) funcionamento da cabine;
l) componentes estruturais;
m) componentes elétricos;
n) componentes de filtragem;
o) trincos anti-pânico;
p) trocador de calor;
q) verificação de desempenho, adequação e funcionamento do Sistema de Segurança visando r) redução de riscos, eficiência dos sistemas instalados;
s) relatório Técnico e emissão da A.R.T.
t) verificação do Projeto e Instalação da Cabine de pintura,  com relação a área classificada

Elaboração quando solicitado:
Elaboração de Projeto com emissão de ART
Mapeamento e Laudo e de Áreas explosivas  Classificadas,
Avaliação das instalações e equipamentos;
Avaliação dos procedimentos de trabalho;
Avaliação dos equipamentos de proteção utilizados;
Indicação conclusiva quanto às condições de segurança da máquina;
Medição de Vapores Orgânicos PPM;
Conclusão do serviço realizado.

Validade do Laudo: Anual, desde que não ocorra evento que indique a necessidade de nova inspeção.

Funcionamento da Cabine de Pintura
O ar entra na cabine aspirado pelo ventilador e filtrado pelos filtros-bolsa. O ar é pressurizado pelo grupo gerador e chega ao pulmão na parte superior da cabine onde é filtrado novamente (filtro do teto) para retirar toda impureza que possa assentar sobre o veículo durante a pintura.
O ar então é empurrado em direção ao piso (sistema de pressão positiva) envolvendo todo o veículo e carregando a névoa gerada durante a aplicação de tinta. Sob as grades do piso, outro conjunto de filtros retém essas partículas impedindo que elas sejam dispersas no ar.