Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P.

      Nenhum comentário em Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P.

Conteúdo Programático:  Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P.
Programa: Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P.
Fundamentação técnico-legal conforme NR 10 S.E.P.
Segurança em atividades perigosas
Prevenção de acidentes, combate a incêndio e Primeiros Socorros.
Proteção contra choque elétrico
Componentes das instalações
Equipamentos, instalações e instrumentos que utilizam energia
Dispositivos de manobra Conforme NR 10
Exposição a sobretensão ( circuito energizado)
Autorização e prevenção para trabalhos em equipamentos
A importância e como analisar  o P.I.E. Prontuário de Instalações                                                         Elétricas.

Curso Reciclagem SEP NR 10

Curso Reciclagem SEP NR 10

Curso Reciclagem SEP NR 10
Carga Horária do Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P.
Atualização (Reciclagem)   – Carga horária  mínima = 08 horas/aula

CERTIFICAÇÃO: Será expedido o Certificado do Curso de Reciclagem (Atualização) NR 10 S.E.P. para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem):  NR 10 Item 10.8.8.2 Deve ser realizado um treinamento de reciclagem bienal e sempre que ocorrer alguma das situações a seguir:
a) troca de função ou mudança de empresa;
b) retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses;
c) modificações significativas nas instalações elétricas ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.

IMPORTANTE: Para execução de Trabalhos em Altura, Espaço Confinado se faz necessário o Supervisor de Altura (Curso de 40 horas/aula) ou Supervisor de Espaço Confinado (Curso de 40 horas/aula) e Equipe de Resgate, composta de profissionais com proficiência, que durante a execução dos trabalhos devem permanecer full time a disposição, conforme preconiza a Normas NR 10, NR 35, NR 33, NR 34 entre outras.

Saiba mais sobre o Curso de Reciclagem NR 10 SEP :
Introdução à segurança com eletricidade
No Brasil a GERAÇÃO de energia elétrica é 80% produzida a partir de hidrelétricas, 11% por termoelétricas e o restante por outros processos. A partir da usina a energia é transformada, em subestações elétricas, e elevada a níveis de tensão (69/88/138/240/440 kV) e transportada em corrente alternada (60 Hertz) através de cabos elétricos, até as subestações rebaixadoras, delimitando a fase de Transmissão.
Na fase de DISTRIBUIÇÃO (11,9 / 13,8 / 23 kV), nas proximidades dos centros de consumo, a energia elétrica é tratada nas subestações, com seu nível de tensão rebaixado e sua qualidade controlada, sendo transportada por redes elétricas aéreas ou subterrâneas, constituídas por estruturas (postes, torres, dutos subterrâneos e seus acessórios), cabos elétricos e transformadores para novos rebaixamentos (110 / 127 / 220 / 380 V), e finalmente entregue aos clientes industriais, comerciais, de serviços e residenciais em níveis de tensão variáveis, de acordo com a capacidade de consumo instalada de cada cliente.
O Sistema Elétrico de Potência (SEP) é definido como o conjunto de todas as instalações e equipamentos destinados à geração, transmissão e distribuição de energia elétrica até a medição inclusive.
Com o objetivo de uniformizar o entendimento é importante informar que o SEP trabalha com vários níveis de tensão, classificadas em alta e baixa tensão e normalmente com corrente elétrica alternada (60 Hz).
Conforme definição dada pela ABNT através das NBR (Normas Brasileiras Registradas), considera-se “baixa tensão”, a tensão superior a 50 volts em corrente alternada ou 120 volts em corrente contínua e igual ou inferior a 1000 volts em corrente alternada ou 1500 volts em corrente contínua, entre fases ou entre fase e terra. Da mesma forma considera- se “alta tensão”, a tensão superior a 1000 volts em corrente alternada ou 1500 volts em corrente contínua, entre fases ou entre fase e terra.
Estatísticas.
Somente nos Estados Unidos o contato com a eletricidade é a causa de 5% dos acidentes fatais que ocorrem no trabalho. Em números, aproximadamente 290 pessoas morreram por ano vítimas de acidentes com eletricidade no período de 1997 e 2002, segundo divulgação do Ministério do Trabalho dos EUA.