Curso de Primeiros Socorros Pediátrico

      Nenhum comentário em Curso de Primeiros Socorros Pediátrico

Curso de Primeiros Socorros Pediátrico

Ao prestar os primeiros socorros a uma pessoa que sofreu acidente ou uma intercorrência clínica, deve se observar os seguintes princípios básicos:
Manter a calma: a tranqüilidade facilita o raciocínio e a avaliação da situação da vítima e dos cuidados necessários.

Curso Primeiros Socorros Pedi[átrico

Curso Primeiros Socorros Pediátrico

Conteúdo Programático:  Curso de Primeiros Socorros Pediátrico
Acidentes com Animais
Afogamentos
Asfixia e OVACE (Engasgo)
Avaliação da Cena
Avaliação Primária
Compressões e Frequência da massagem cardíaca
Convulsão e Desmaio
Febre,
Ferimentos, Queimaduras e Curativos
Grandes Hemorragias
Identificação
Intoxicações
Legislação e Normalização
Manobra de Heimlich
Mecanismos do Trauma
Metodologia de Ensino
Nível de Consciência
Novo Protocolo 2015 e suas atualizações  Guidelines  American Heart Association e suas atualizações;
Protocolo Samu 192 Emergências Clínicas SUPORTE BÁSICO DE VIDA  e suas atualizações;
Principais causas
Principais causas
Pulso
Reconhecimento da Parada Cardiorespiratória (PCR)
Respiração
Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP)
Sangramento Nasal
Sinais e Sintomas
Sinais vitais
Solicitação imediata do Serviço Médico de Emergência
Urgências Odontológicas.
O curso de Primeiros Socorros  Pediátrico  é realizado em salas de treinamento, cujo foco é desenvolver noções básicas de atendimento inicial às vítimas de diferentes tipos de acidentes, conforme conteúdo apresentado.
Exposição e discussão do conteúdo com a utilização de material visual de apoio;
Estudo de casos com a exposição de situações de atendimento à vítimas em diversos tipos de emergências;
Auto-instrução por vídeo sobre os procedimentos para atendimento a emergências;
Análise de fotos, ilustrações e vídeos sobre os conceitos, as técnicas e os procedimentos de primeiros socorros;
Utilização de manequins para a aplicação e prática dos procedimentos de RPC;
Aplicação de técnicas de imobilização com a utilização de talas;
Manuseio de equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas, protetores faciais e materiais de primeiros socorros (bandagens, talas, polímeros de impermeabilização térmica, dentre outros);
Realização de exercícios de fixação, sempre conduzidos pelos instrutores.
O fechamento do curso ocorre com a realização de uma redação e de uma avaliação de aprendizagem.

Carga Horária:
Capacitação Carga horária  mínima = 16 horas/aula
Atualização (Reciclagem)   – Carga horária  mínima = 08 horas/aula

CERTIFICAÇÃO: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o  aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Clique no Vídeo de assista Treinamento de Primeiros Socorros Pediátrico

Clique no vídeo e assista Entrevista Record sobre Primeiros Socorros Pediátrico.

Saiba mais  sobre o Curso de Primeiros Socorros Pediátrico
PRINCÍPIOS DE PRIMEIROS SOCORROS
Avaliar a cena: quem vai socorrer uma vítima de acidente deve certificar- -se de que o local onde este ocorreu esteja seguro, antes de aproximar-se dele.
A vítima só deverá ser abordada se a cena do acidente estiver segura e os socorristas não correrem o risco de também sofrerem algum tipo de acidente; a primeira responsabilidade do socorrista é garantir a sua segurança;
Não permitir que outras pessoas se tornem vítimas: a segunda responsabilidade do socorrista é garantir a segurança das pessoas ao redor;
Solicitar ajuda imediatamente, caso o acesso à vítima não seja possível (se houver riscos para o socorrista): acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), relatando as condições do local do acidente;
Abordar a vítima: se a cena estiver segura, realizar a avaliação da pessoa que sofreu acidente ou intercorrência clínica, procurando detectar as condições em que a mesma se encontra para decisão quanto aos cuidados necessários;
Solicitar ajuda: sempre que as condições da vítima exigirem, ligar para a Central 192 (SAMU 192) e solicitar ajuda, relatando a ocorrência e as condições da vítima;
Tomar decisões: algumas situações de acidentes, que serão apresentadas neste Manual, necessitam que os cuidados à vítima sejam instituídos por profissionais da saúde. Nestes casos, não intervir de imediato, aguardando a chegada do SAMU 192, pode ser a melhor conduta;
Manter o número do telefone da Central de Emergência (192) em local de fácil acesso e de conhecimento de todos os funcionários da escola.
Curso de Primeiros Socorros Pediátrico: Consulte-nos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.