Curso Brigada de Emergência Ambiental

      Nenhum comentário em Curso Brigada de Emergência Ambiental

Curso Brigada de Emergência Ambiental

Conteúdo Programático: O Curso Brigada de Emergência Ambiental aborda os seguintes tópicos: Noções básicas para atendimentos a emergência, primeiros socorros envolvendo produtos perigosos  e toxicologia; bem como noções sobre os Pictogramas GHS.
Acidentes Ambientais
Risco de perda de vida humana, impactos ambientais, danos a saúde da comunidade, prejuízos econômicos e danos psicológicos à população;
Curso Brigada de Emergência Ambiental:

Brigada de Emergência Ambiental

Curso Brigada de Emergência Ambiental

Atendimento Emergencial no Transporte Terrestre de Produtos Perigosos;

quando for o caso ênfase em:
Unidades de Processos NR 13
Em Amônia NH3 , ou outros produtos perigosos solicitados.

Ações a serem tomadas para minimizar os impactos ambientais de
Avaliação do Cenário, do local do sinistro e medidas a serem adotadas para solucionar o problema;
Descontaminação, de pessoas, equipamentos, veículos e área atingida;
EPI – Equipamento de Proteção Individual,  e EPC – Equipamento de Proteção Coletiva Identificação, uso correto, manuseio e descontaminação;
Identificação e classificação de produtos perigosos de acordo com a simbologia nacional, ONU, Resolução  CONAMA  420
Manual ABIQUIM;
Noções sobre os Pictogramas GHS
Legislação do transporte de produtos perigosos, leis de crimes ambientais 9.605 e outros decretos.
Curso Brigada de Emergência Ambiental:
Prevenção e combate a incêndio
Noções das classes de incêndio e métodos da extinção e prevenção;
Primeiro no local da emergência, ações a serem adotadas pelo primeiro respondedor que chegar ao local agilizando a logística e demais necessidades para o bom atendimento a emergência;
Simulados de emergência, com cenário próximo ao real com as ações das equipes de atendimento com o comando da operação;
Tipos de tanques DOT/INMETRO, identificação de carros tanque pela forma e dispositivos (embalagens) de transporte de produtos perigosos;
Vazamentos  e Transbordo de produtos perigosos;
Como realizar transbordo seguros e com aterramento adequado;
Uso de equipamentos para medição e detecção de produtos perigosos
Utilização de detectores de monitoramento de gases e fita tornasol.
Captura e soltura de animais peçonhentos (serpentes, aranhas, lagartos, abelhas, vespas etc..) ,

Carga Horária: Curso Brigada de Emergência Ambiental.
Capacitação para Atividades de manipulação constante  próximo ao riscos ou resíduos = 40 horas/aula.
Capacitação para Atividades  e contatos esporádicos =  24 horas/aula
Atualização (Reciclagem)   – Carga horária  mínima = 08 horas/aula

CERTIFICAÇÃO: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o  aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Saiba mais sobre Curso Brigada de Emergência Ambiental:

Clique no vídeo para assistir Curso Brigada de Emergência Ambiental NR 36 Amônia

Brigada de Emergência Ambiental

Treinamento Brigada de Emergência Ambiental

A demanda por transportes tem evoluído e por via de consequência acompanha o desenvolvimento econômico do país. Tal fato requer do segmento de transportes adequações para atender a demanda. A atuação do Poder Público no que se refere ao transporte rodoviário de produtos perigosos deve não apenas assegurar condições ao desenvolvimento socioeconômico, mas prioritária e vinculadamente, garantir a máxima proteção e preservação da segurança dos usuários da via, da população lindeira e do meio ambiente, sadio e ecologicamente equilibrado, conforme preconizado na Constituição Federal de 1988.
Curso Brigada de Emergência Ambiental:

O histórico de acidentes envolvendo o transporte rodoviário de produtos perigosos no Brasil e no mundo tem demonstrado por provas claras que a falta de conhecimentos com relação aos cuidados inerentes a atividade tem sido a causa principal de inúmeras tragédias.
É dever do Poder Público produzir informações e dados relacionados ao transporte de produtos perigosos; assim como, sobre seus eventos, acidentes, causas e efeitos; e ainda, sobre veículos, unidades de transporte, acondicionamento de cargas, produtos, substâncias, materiais, normas de construção, sinalização, fiscalização etc., dando ampla publicidade,
disponibilizando-as e divulgando-as à coletividade, com vistas principalmente aos aspectos preventivos e inclusive buscando por meio da promoção da educação ambiental em todos os níveis, a conscientização pública para a preservação da segurança viária e do meio ambiente.
Departamento de Estradas de Rodagens – DER / SP
Curso Brigada de Emergência Ambiental:
IDENTIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS PERIGOSOS
De todos os segmentos que trabalham com produtos perigosos, segundo as estatísticas disponíveis no Estado de São Paulo, as atividades realizadas no transporte rodoviário são as que mais tem contabilizado ocorrências envolvendo acidentes com vazamento de produtos perigosos para o meio ambiente. Estes veículos circulam por áreas densamente povoadas e vulneráveis do ponto de vista ambiental, agravando assim os impactos causados ao meio ambiente e à comunidade, quando dessas ocorrências.
Liberações acidentais de produtos químicos no meio ambiente, dependendo das características físicas, químicas e toxicológicas dessas substâncias, podem originar diferentes tipos de impacto, causando danos à saúde pública, ao meio ambiente, à segurança da população e ao patrimônio, público e privado. Assim, a legislação vigente determina que todos os veículos que transportam produtos perigosos devem portar informações que facilitem a identificação dos produtos transportados e de seus respectivos riscos.
Treinamento Brigada de Emergência Ambiental:

Uma das primeiras ações a ser executada em um cenário acidental envolvendo o transporte rodoviário de produtos perigosos, é o da pronta classificação e identificação dos produtos envolvidos. O acesso às informações relativas às características físicas e químicas do produto, irá subsidiar as equipes na imediata adoção das medidas de controle, reduzindo os riscos para a comunidade, aos próprios atendentes da ocorrência e ao meio ambiente.