Curso Bate Estaca NR 12

      Comentários desativados em Curso Bate Estaca NR 12

Curso Bate Estaca NR 12

O objetivo do Curso Bate Estaca NR 12 é oferecer capacitação ao trabalhador para operar
a Bate Estaca corretamente visando a diminuição de riscos de acidentes, bem como informações sobre o funcionamento, normas de segurança e meio ambiente através de aulas teóricas e práticas.

O que é Bate Estaca: É um equipamento utilizado para fazer buracos profundos no solo, utilizando a técnica de fincar estacas de madeira, aço ou concreto. O profissional deve possuir carteira de habilitação tipo B para operar o equipamento.

Treinamento bate estaca

Curso Bate Estaca NR 12

Conteúdo Programático: Curso Bate Estaca NR 12.
Conscientização da importância do Manual de Instruções do Equipamento;
Funcionamento da Bate Estaca;
Especificações técnicas;
Proteção das escavações;
Limpeza, lubrificação e manutenção;
Escavações realizadas em vias públicas;
Escavações em solo e rochas;
EPI (Equipamento de Proteção Individual);
EPC (Equipamento de Proteção Coletiva);
Reconhecimento de riscos e cuidados;
Escavações;
Prevenção de acidentes;
Primeiros socorros.
Referências Normativas: NR 12, NR 18 e NR 06.

Carga Horária: Curso Bate Estaca NR 12.
Capacitação Participantes sem experiência: Carga horária mínima = 16 horas/aula
Capacitação Participantes com experiência:  Carga horária mínima = 08 horas/aula
Atualização (Reciclagem) Carga horária mínima = 08 horas/aula

Certificação: Será expedido o Certificado para cada participante que atingir o aproveitamento mínimo de 70% (teórico e prático) conforme preconiza as Normas Regulamentadoras.

Atualização (Reciclagem): É recomendável anualmente ou se ocorrer evento que indique a necessidade de atualização.

Saiba mais sobre Curso Bate Estaca NR 12:
18.36.3 Quanto à escavação, fundação e desmonte de rochas:

a) antes de ser iniciada uma obra de escavação ou de fundação, o responsável deve procurar se informar a respeito da existência de galerias, canalizações e cabos, na área onde serão realizados os trabalhos, bem como estudar o risco de impregnação do subsolo por emanações ou produtos nocivos;
b) os escoramentos devem ser inspecionados diariamente;
c) quando for necessário rebaixar o lençol d’água (freático), os serviços devem ser executados por pessoas ou empresas qualificadas;
d) cargas e sobrecargas ocasionais, bem como possíveis vibrações, devem ser levadas em consideração para determinar a inclinação das paredes do talude, a construção do escoramento e o cálculo dos elementos necessários;
e) a localização das tubulações deve ter sinalização adequada;
f) as escavações devem ser realizadas por pessoal qualificado, que orientará os operários, quando se aproximarem das tubulações até a distância mínima de 1,50m (um metro e cinqüenta centímetros);
g) o tráfego próximo às escavações deve ser desviado e, na sua impossibilidade, reduzida a velocidade dos veículos;
h) devem ser construídas passarelas de largura mínima de 0,60m (sessenta centímetros), protegidas por guarda corpos, quando for necessário o trânsito sobre a escavação;
i) quando o bate-estacas não estiver em operação, o pilão deve permanecer em repouso sobre o solo ou no fim da guia de seu curso;
j) para pilões a vapor, devem ser dispensados cuidados especiais às mangueiras e conexões, devendo o controle de manobras das válvulas estar sempre ao alcance do operador;
k) para trabalhar nas proximidades da rede elétrica, a altura e/ou distância dos bate-estacas deve atender à distância mínima exigida pela concessionária;
l) para a proteção contra a projeção de pedras, deve ser coberto todo o setor (área entre as minas, carregadas) com malha de ferro de 1/4″ a 3/16″, de 0,15m (quinze centímetros) e pontiada de solda, devendo ser arrumados sobre a malha pneus para formar uma camada amortecedora.

Curso Bate Estaca: Consulte-nos.